sicnot

Perfil

País

"Este livro é uma prestação de contas aos portugueses"

"Este livro é uma prestação de contas aos portugueses"

O antigo Presidente da República Cavaco Silva apresentou esta quinta-feira o livro "Quinta-feira e outros dias", em Lisboa. Cavaco diz que pretende prestar contas e informar os portugueses sobre a forma como exerceu durante 10 anos as funções de chefe de Estado.

  • "Este livro é um agradecimento por uma vida feliz"
    3:22

    País

    O novo livro de Aníbal Cavaco Silva foi lançado esta quinta-feira. Nele, o ex-Presidente da República relata as reuniões com o então primeiro-ministro José Sócrates. Na apresentação, que decorreu na sala Almada Negreiros do Centro Cultural de Belém, Cavaco Silva refere que a obra é um agradecimento pela vida que tem podido viver: "uma vida feliz".

  • Cavaco sobre Sócrates: muitas críticas e um elogio
    2:43

    País

    Cavaco Silva passa em revista os 10 anos de mandato em Belém e relata com detalhe as conversas à quinta-feira. O grande protagonista deste primeiro volume é Jose Sócratres. Cavaco deixa-lhe muitas críticas, mas faz um elogio: "nada do que se passava entre os dois foi tornado público". Até agora.

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13