sicnot

Perfil

País

GNR intensifica fiscalização a pesados de hoje a domingo

(Arquivo)

ANTONIO COTRIM/ LUSA

A GNR vai intensificar, entre esta quinta-feira e domingo, a fiscalização aos veículos pesados de mercadorias e passageiros nas vias com maior volume de tráfego deste tipo de veículos.

Em comunicado sobre a operação "Tispol - Truck and Bus Operation", a GNR explica que, nas ações de fiscalização, será controlado o peso dos veículos e os tacógrafos (que regista os tempos de condução, pausas, tempos de repouso, viciação e manipulação), o acondicionamento e transporte de carga e as condições técnicas dos veículos.

Além disso, será também feito controlo à condução sob efeito do álcool e controladas infrações de natureza fiscal, aduaneira e ambiental.
Durante 2016, foram fiscalizados 20.664 tacógrafos de viaturas pesadas, dos quais 57% (11.737) apresentavam irregularidades relativas à utilização dos equipamentos, destacando-se as verificadas nos tempos de condução/repouso.

A mesma operação será realizada em todos os países da Europa e enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network (Tispol), organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, no qual a GNR é representante nacional, e pelo Euro Controle Route, um grupo de serviços de controlo das estradas europeias cujo objetivo é o de melhorar a segurança rodoviária.

Lusa

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.