sicnot

Perfil

País

Vice-presidente de Angola e ex-Procurador da República acusados de corrupção

O vice-presidente angolano Manuel Vicente

© Carlo Allegri / Reuters

O Ministério Público português acusou o vice-presidente de Angola Manuel Vicente e o procurador do Ministério Público Orlando Figueira de corrupção ativa e passiva. Os dois homens são ainda acusados de branqueamento, falsificação de documentos e violação do segredo de justiça.

A Operação Fizz já fez quatro arguidos. Há cerca de um ano, levou à detenção do magistrado Orlando Figueira, que ainda está em prisão domiciliária.

O ex-procurador da República está agora acusado de ter recebido cerca de 760 mil euros para arquivar processos, no qual o atual vice presidente de Angola, Manuel Vicente, estava indiciado.

De acordo com a acusação, em troca destes arquivamentos, o magistrado terá conseguido também trabalho num banco. Manuel Vicente era na altura dos factos presidente da Sonangol.

O Ministério Público vai agora notificá-lo da acusação, através de uma carta rogatória.

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Esforço dos contribuintes para salvar bancos deve ser minimizado, diz Draghi
    1:49