sicnot

Perfil

País

Vinte pessoas afetadas pela nuvem de enxofre em Setúbal, uma criança continua hospitalizada

RUI MINDERICO/ LUSA

Quatro crianças deram entrada no hospital de Setúbal com lesões oculares causadas pela nuvem de enxofre que está a afetar a cidade. De acordo com o presidente do INEM, Luís Meira, uma das crianças continua internada, mas "não é expectável que daí resultem lesões permanentes". No total, 20 pessoas, incluindo 10 bombeiros, receberam assistência hospitalar.

Numa conferência de imprensa realizada esta manhã, Luís Meira explicou que as pessoas afetadas "sofreram pequenas queimaduras nas zonas atingidas".

Ontem à noite, deu entrada nas urgências do hospital de Setúbal a primeira criança com queixas associadas à contaminação por enxofre, mas teve alta de imediato. Durante o dia de hoje, deram entrada mais três crianças e uma continua hospitalizada.

O responsável do INEM considerou que agora "a situação está tranquila" e que a nuvem tóxica está a dissipar-se para o Atlântico.

A nuvem de enxofre causada pelo incêndio que deflagrou na madrugada de terça-feira num armazém da fábrica Sapec Agro, em Setúbal, levou ao fecho das escolas da zona.

A decisão sobre o encerramento dos estabelecimentos de ensino foi dos Serviços Municipais de Proteção Civil. "Não houve uma indicação expressa da Direção Geral de Saúde (DGS) para fechar as escolas", explicou Luís Meira aos jornalistas.

Na conferência de imprensa realizada esta manhã, convocada pela DGS, estiveram também presentes responsáveis da Agência Portuguesa do Ambiente e da Linha Saúde 24.

O dióxido de enxofre, em contacto com a água ou humidade, transforma-se em ácido sulfúrico. Por esse motivo, as autoridades já ontem tinham divulgado recomendações para que as crianças, idosos e doentes que vivem na península de Setúbal não saíssem de casa.

Em relação a eventuais danos sobre a agricultura, a Agência do Ambiente considerou que o dióxido de enxofre não se acumulou na atmosfera. As condições atmosféricas favoráveis, nomeadamente a ausência de chuva, contribuiram para que esta contaminação ambiental "não seja prejudicial para a agricultura".

A Linha Saúde 24 recebeu até esta manhã sete chamadas de pessoas afetadas pela nuvem de enxofre, que foram encaminhadas para o hospital. Há ainda registo de uma dezena de chamadas para pedidos de esclarecimentos sobre a situação que afeta a cidade de Setúbal desde o início da semana.

  • "Neste momento não há emissão de dióxido de enxofre para a atmosfera"
    1:01

    País

    O presidente do INEM, Luis Meira, anunciou hoje que 20 pessoas foram afetadas, incluindo crianças, pela nuvem de enxofre causada pelo incêndio num armazém em Setúbal. A Direção Geral de Saúde garante que os niveis de dioxido de enxofre já estão muito abaixo dos limites legalmente estabelecidos e que não constituem agora qualquer risco para as pessoas. 

  • Faralhão vive clima de medo
    3:05

    País

    Está extinto o incêndio que deflagrou na madrugada de terça-feira nos armazéns de enxofre da Sapec Agro, na Mitrena em Setúbal. A Direção-Geral da Saúde falou em riscos para a saúde pública o que levou a Câmara de Setúbal a encerrar escolas e a aconselhar a população a não permanecer na rua e a evitar fazer esforços ao ar livre. Na localidade mais próxima da fábrica, vive-se um clima de medo e as máscaras de proteção desapareceram da drogaria

  • Nuvem de enxofre esgota máscaras em Setúbal
    3:55

    País

    A SIC esteve esta manhã no Faralhão, localidade próxima da fábrica da Sapec, onde a população está a cumprir os avisos da Direção-Geral de Saúde. Alguns residentes queixam-se do cheiro e de alguns sintomas físicos relacionados com níveis elevados de dióxido de enxofre.

  • Ministério Público abre inquérito ao incêndio da SAPEC
    2:13

    País

    O Ministério Público abriu um inquérito para averiguar eventuais responsabilidades criminais no incêndio da fábrica da SAPEC, em Setúbal. A nuvem de enxofre continua a ser uma ameaça e uma preocupação para as autoridades de saúde, que recomendam que crianças, idosos e doentes respiratórios fiquem em casa - e que os eventos desportivos realizados ao ar livre sejam suspensos.

  • DGS desaconselha esforços ao ar livre na zona de Setúbal até quinta-feira
    1:05

    País

    O diretor-geral de Saúde deu uma conferência de imprensa, na qual avisou a população da zona de Setúbal que até quinta-feira de manhã está em vigor um período de "precaução". Tudo por causa da nuvem de dióxido de enxofre provocada pela explosão, esta terça-feira, num armazém. São desaconselhadas atividades físicas e esforços ao ar livre naquela zona.

  • José Eduardo dos Santos há 38 anos no poder
    2:42

    Mundo

    José Eduardo dos Santos foi o segundo Presidente com mais tempo de liderança a nível mundial, quase 38 anos. Este ano, anunciou que não voltaria a concorrer às eleições, mas mantêm-se, por enquanto, como presidente do MPLA. No dia em que os angolanos foram às urnas para escolher o seu sucessor, apresentamos a vida de José Eduardo dos Santos.

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.