sicnot

Perfil

País

DGS volta a incluir homossexuais no grupo de risco para dar sangue

© Toby Melville / Reuters

A Direção-Geral de Saúde voltou a incluir os homossexuais no grupo de risco para dar sangue. O jornal Público desta sexta-feira cita o novo texto sobre a triagem de dadores que entrou em vigor esta semana.

A DGS considera, de forma explícita, os homossexuais e bissexuais como população com "risco infeccioso acrescido" e "elevada prevalência de infecção por VIH".

A nova norma sobre triagem de dadores entrou em vigor esta semana e a versão atualizada do documento contrária a posição assumida pela DGS há menos de 5 meses.

Esta subpopulação de risco é agora identificada lado a lado com "utilizadores de drogas" e "trabalhadores do sexo".

Questionado pelo Público dias antes da publicação da nova norma, José Alexandre Diniz disse que o texto sofreria "ligeiras alterações".

Assim, quem tiver tido relações com pessoas pertencentes a subpopulações de risco, fica impedido de dar sangue por um período de 12 meses. A categoria inclui homossexuais e bissexuais.

A Direção-Geral de saúde diz que não há discriminação, mas o ministro da Saúde está a analisar o processo.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.