sicnot

Perfil

País

Emissão de dióxido de enxofre de incêndio "foi devidamente" monitorizada, garante APA

A emissão de dióxido de enxofre, devido ao incêndio num armazém, na Mitrena, em Setúbal, na terça-feira, "foi devidamente acompanhada e monitorizada em termos de qualidade do ar", garantiu hoje a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

"Os meios existentes, as estações, os modelos e a estrutura de acompanhamento permitiram acompanhar a ocorrência de forma eficaz", refere um comunicado da APA, salientando "a prontidão da atuação por parte dos responsáveis das redes privadas".

Assim, "neste contexto, o recurso a uma unidade móvel de monitorização de qualidade do ar não teria relevância".

O especialista em qualidade do ar Francisco Ferreira defendeu hoje ter havido uma subavaliação das concentrações de dióxido de enxofre resultantes do incêndio, uma vez que a unidade móvel da APA estava avariada.

"Talvez tivéssemos tido capacidade de reagir mais cedo, se tivéssemos lá a unidade móvel, ou uma medição -- não precisa de ser carrinha toda equipada -, um equipamento portátil que permita avaliar concentrações de dióxido enxofre e não apenas de acidez no ar, que foi o que foi feito na terça-feira", afirmou.

Francisco Ferreira falava à agência Lusa a propósito de uma informação divulgada pelo jornal Público, que diz que a unidade móvel da APA avariou e, por isso, não pode ser usada no dia em que o incêndio deflagrou.

A APA refere que todas as zonas do país são avaliadas por estações fixas de monitorização da qualidade do ar com medição em contínuo, da rede oficial da responsabilidade das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) e das Direções Regionais de Ambiente da Madeira e dos Açores.

Em zonas industriais existem ainda outras redes de qualidade do ar, complementares à rede oficial, acrescenta.

Assim, na situação decorrente do incêndio na Mitrena, as redes da Valorsul e da Secil Outão registaram valores horários acima do valor limite do poluente tóxico dióxido de enxofre que "foram imediatamente comunicados à CCDR Lisboa e Vale do Tejo e à APA, tendo-se iniciado, por parte de todas as entidades, um processo de acompanhamento em tempo real".

Foi identificada, na terça-feira, segundo a APA, "uma excedência de uma hora na estação de Alverca, corroborada pelas estações da Valorsul, que normalizou na hora seguinte, situação que foi devidamente notificada e noticiada".

No dia seguinte, a rotação dos ventos para o quadrante leste levou a que a nuvem de enxofre se dispersasse sobre a Península de Setúbal, com registo nas estações da Secil de valores de dióxido de enxofre acima de 500 microgramas por metro cúbico (ug/m3), o limite que exige informação à população.

"Esta situação desencadeou de imediato uma atuação de emergência conjunta entre as entidades da saúde, da proteção civil, do ambiente e da meteorologia que acompanharam em permanência até ao final do episódio de poluição", encerrado na quarta-feira, descreve a APA.

O prognóstico da evolução da situação foi complementado com recurso a informação adicional relativa à dispersão da nuvem através de modelos matemáticos.

Atualmente, realçou a APA, "continuam a registar-se valores de dióxido de enxofre muito abaixo do valor limite, não representando qualquer risco para a saúde humana".

O incêndio que deflagrou na madrugada de terça-feira nos armazéns de enxofre da Sapec Agro, e que só foi considerado extinto na quinta-feira, pouco depois das 09:00, provocou ferimentos ligeiros em 20 pessoas, entre as quais 10 bombeiros e quatro crianças.

Lusa

  • "Tempestade de fogo" ameaça habitações em Aldeia Galega
    2:41
  • Pedrógão e o Governo das culpas dos outros

    Opinião

    Depois das revelações do ‘Expresso’ e do ‘i’, o primeiro-ministro e os ministros saíram à rua com uma estratégia muito bem definida: desmentir a existência de listas secretas e centrar as atenções no Ministério Público. Ao mesmo tempo, nas redes sociais, está em curso (mais) uma campanha contra os jornalistas. Os anónimos, com cartão de militante, que escrevem nessas páginas acusam os jornais das “mais rebuscadas teorias da conspiração”. Nada de novo portanto.

    Bernardo Ferrão

  • "Se alguém tem conhecimento de mais vítimas deve comunicar de imediato à PJ e ao MP"
    0:48
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Como fugir às comissões bancárias
    7:24

    Contas Poupança

    Há muitos casos em que ter uma conta no banco está a dar prejuízo. Os juros são tão baixos e as comissões de manutenção de conta são tão altas que há portugueses que todos os meses perdem dinheiro apenas porque têm dinheiro no banco. O Contas Poupança foi à procura de alternativas.

  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Produtores de maçã de Armamar dizem não ter recebido resposta do Ministério
    2:14

    País

    Os produtores de maçã de Armamar estão preocupados. Parte da produção foi destruída pelo mau tempo. Contudo, duas semanas depois, ainda não há resposta do Ministério da Agricultura aos pedidos de ajuda. Mais de 60 produtores com 800 hectares foram afetados e as árvores atingidas pelo granizo podem não conseguir produzir no próximo ano.

  • Bebé Charlie Grad já não vai receber tratamento nos EUA

    Mundo

    A mãe de Charlie Grad disse esta segunda-feira que o bebé poderia ter vivido uma vida normal, caso tivesse começado a receber tratamento cedo. Já o pai admitiu que o filho não iria viver até ao primeiro aniversário. O bebé foi diagnosticado com uma doença rara e um hospital em Inglaterra pediu permissão para desligar a ventilação artificial e fornecer-lhe cuidados paliativos. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou e, até hoje, os pais travaram uma batalha na Justiça para suspender a decisão na esperança de irem tratar o filho nos Estados Unidos da América.

  • Número de mortos em atentado em Cabul sobe para 31

    Mundo

    O número de mortos no atentado com um carro armadilhado atribuído aos talibãs, esta segunda-feira de manhã em Cabul, subiu para 31, aos quais se somam cerca de 40 feridos, de acordo com um novo balanço das autoridades.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34