sicnot

Perfil

País

Especialista afirma que cães e gatos vivem hoje mais dois anos do que há uma década

Desmond Boylan

Os cães e gatos que recebem os devidos cuidados vivem hoje mais dois anos do que há uma década, segundo a perceção de Luís Montenegro, diretor clínico do hospital que organiza a XIII edição do Congresso Hospital Veterinário Montenegro.

"Os melhores cuidados veterinários disponibilizados pelos donos dos animais domésticos aumentaram a esperança de vida dos cães e dos gatos que antes não viviam tanto tempo", disse.

Este veterinário sublinha que, atualmente, é relativamente comum encontrar um cão ou um gato com 15 anos de idade e uma boa qualidade de vida, quando há uma década a sua idade máxima seria 13 anos.

Isto deve-se, na ótica deste veterinário, a uma maior sensibilização da população para as necessidades dos animais e que se reflete em idas frequentes aos veterinários, aplicação de vacinas, cuidados com a alimentação.

"Hoje em dia as pessoas têm consciência de que os cães e gatos são animais diferentes e que precisam de cuidados diferentes", adiantou.
Esta realidade conduz a uma outra: a existência de muitos animais domésticos em idade geriátrica e com problemas de saúde do foro cardiorrespiratório.

O sistema cardiorrespiratório é precisamente o tema da XIII edição do Congresso Hospital Veterinário Montenegro, que se realiza no próximo fim-de-semana em Santa Maria da Feira, e para o qual é esperada a participação de cerca de 3.000 veterinários, dos quais perto de 300 espanhóis.

"Trata-se de um tema muito emergente porque, fruto da evolução da medicina veterinária, a maior parte dos nossos animais em Portugal estão a entrar na idade geriátrica", declarou Luís Montenegro.

Este médico veterinário acrescentou que "a poluição está a aumentar os problemas cardiorrespiratórios dos animais, mercê dos ambientes cada vez mais confinados em que as pessoas vivem, menos arejados e com mais produtos químicos".

Segundo Luís Montenegro, os animais domésticos sinalizam mais facilmente os riscos, até para os humanos.

A incidência dos problemas cardiorrespiratórias nos cães e gatos manifesta-se através da bronquite crónica, "muito frequente e sem dúvida associada a ambientes muito poluídos", mas também a doença cardíaca associada à obesidade e ao sedentarismo.

Aos consultórios veterinários chegam também cada vez mais casos de animais domésticos com doenças oncológicas, disse.

Lusa

  • Família Aveiro na inauguração do Aeroporto Cristiano Ronaldo
    2:34

    País

    A decisão de dar o nome de Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira divide opiniões. Contudo, na cerimónia de inauguração desta quarta-feira só se ouviram aplausos. Os madeirenses juntaram-se à porta do aeroporto para ver e receber o melhor jogador do mundo. Também a família do jogador esteve na Madeira para apoiar Ronaldo.

  • A (polémica) mudança de nome do aeroporto da Madeira
    2:00

    País

    O aeroporto da Madeira é desde esta quarta-feira aeroporto Cristiano Ronaldo. O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram juntos na homenagem ao futebolista. A alteração não é consensual entre os madeirenses.

  • O busto de Ronaldo que virou piada no mundo inteiro
    2:04

    País

    No dia em que foi formalizado o novo nome do aeroporto da Madeira, foi também conhecido o busto em bronze de Cristiano Ronaldo e que, desde logo, começou a provocar reações em todo o mundo. As críticas da imprensa internacional não são propriamente positivas e a internet aproveitou para dar contornos humorísticos à criação.

  • Os seus descontos para a Segurança Social estão em ordem?
    7:50
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Os portugueses estão cada vez mais preocupados com a reforma. O valor que se vai receber depende dos descontos que se fizerem para a Segurança Social. Mas há contabilistas que cometem burlas com o dinheiro dos clientes, há esquecimentos, e empresas que deixam de pagar as contribuições por falta de verbas. O Contas Poupança explica-lhe como pode ver neste instante se todos os seus descontos estão nos cofres da Segurança Social, e corrigir algum erro antes que seja tarde demais.

  • "Não há razão para fingirmos que hoje é um dia feliz"
    1:55

    Brexit

    Depois de receber esta quarta-feira a notificação do Brexit, o presidente do Conselho Europeu antecipou negociações difíceis. Donald Tusk diz que agora é preciso minimizar os prejuízos para os cidadãos europeus e para as empresas.

  • "Não há recuo possível"
    2:30

    Brexit

    O processo de saída do Reino Unido da União Europeia começou esta quarta-feira, com a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A notificação de Theresa May foi feita por carta a Donald Tusk e a primeira-ministra disse que não recuo possível. O processo de negociações levará dois anos e a saída do Reino Unido da União Europeia ficará concluída em 2019.