sicnot

Perfil

País

Grávida perde bebé enquanto esperava por obstetra no Hospital da Guarda

Uma grávida perdeu o bebé depois de ter estado à espera para ser atendida nas urgências do Hospital da Guarda. A mulher, de 39 anos, entrou no serviço de obstetrícia com perdas de sangue. Foi acompanhada por enfermeiros na triagem mas o médico, que se encontrava no hospital, só terá respondido à emergência hora e meia depois.

O caso aconteceu na quinta-feira, no Hospital da Guarda. Segundo o Jornal de Notícias, a grávida, que já estaria no final da gestação, teve que esperar mais de hora e meia pelo médico, que estava no hospital.

Cláudia Costa deu entrada no serviço hospitalar com perdas de sangue. De 37 semanas, terá sido acompanhada por enfermeiros na triagem até à chegada do médico. Nessa altura, 90 minutos depois, já não havia nada a fazer pela bebé, a primeira filha do casal.

O parto estava agendado para 27 de fevereiro, mas as perdas de sangue levaram a que Cláudia se deslocasse mais cedo ao hospital. Segundo o que apurou o Jornal de Notícias, a mulher terá entrado em trabalho de parto e já não foi autorizada a deixar as instalações.

Cláudia Costa foi seguida na Covilhã durante toda a gravidez, mas decidiu ter a bebé no Hospital da Guarda pelo facto de a mãe e o marido trabalharem nesta unidade de saúde.

O obstetra, chamado de urgência para assistir a paciente, só compareceu depois de hora e meia, apesar estar no hospital.

A família acredita que a mulher, grávida de 37 semanas, perdeu a filha por "falta de intervenção atempada", cita o JN.

Segundo o jornal, a administração do Hospital da Guarda já abriu um processo de averiguações para apurar responsabilidades.

O corpo da bebé vai seguir agora para o Instituto de Medicina Legal do Porto.

  • UNICEF distingue Hospital da Guarda como amigo dos bebés
    2:25

    País

    A UNICEF distinguiu o Hospital Distrital da Guarda como amigo dos bebés. Foi a primeira instituição hospitalar da região centro a receber a distinção que premeia o trabalho dos serviços de obstetrícia no estímulo ao aleitamento materno. A candidatura à distinção obrigou à melhoria das instalações e às criação da Sala das Mamãs.

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.