sicnot

Perfil

País

Portugal é o 4º país a acolher mais refugiados

Arquivo

ANDRÉ KOSTERS / LUSA

Portugal já recebeu 1.001 refugiados ao abrigo do programa europeu de recolocação. Acima só a França, a Alemanha e a Holanda, segundo os dados do Governo português e da UE.

Dos 1.001 refugiados, 673 são adultos e 328 são crianças, havendo 322 pessoas que chegaram sozinhas e 166 agregados familiares.

Números divulgados hoje pelo Governo e já incluem as pessoas que chegaram esta semana. Segundo o ministro-adjunto os dados revelam que Portugal "é um dos países mais ativos no cumprimento do objetivo europeu de solidariedade".

Eduardo Cabrita admitiu ainda que o programa de recolocação tem tido "dificuldades administrativas várias", mas o facto de Portugal já ter acolhido mais de mil pessoas, dentro do objetivo de cerca de cinco mil com que se comprometeu, mostra que o país tem "uma posição ativa no espaço europeu e uma posição solidária".

Questionado sobre o facto de vários refugiados já terem abandonado Eduardo Cabrita lembrou que estão em causa "cidadãos livres que fugiram de zonas de guerra".

"Esse fenómeno de saída de programa, designadamente procurando reagrupamento familiar, passa-se em toda a Europa", disse o ministro, dando como exemplo a Suíça, onde a taxa de saída é de 25%.

Por conseguinte o Governo diz que Portugal é dos países "com maior taxa de cumprimento da quota" a que se comprometeu, lamentando, por outro lado, os países que se recusaram a receber estas pessoas.

Os primeiros refugiados chegaram a Portugal a 15 de dezembro de 2015, duas semanas depois da tomada de posse do atual Executivo que dá prioridade ao ensino da língua portuguesa e à formação profissional, para que os refugiados conseguiam integra-se em Portugal depois de terminado o período de 18 meses durante o qual existe apoio financeiro da União Europeia.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.