sicnot

Perfil

País

Criança de oito meses poderá ter sofrido morte súbita

Uma criança de oito meses morreu esta quinta-feira num infantário, em Lisboa. As causas do óbito ainda estão por apurar, no entanto a morte súbita é uma das hipóteses.

O pai levou a criança por volta das 9:30 da manhã ao Centro Escolar de Salgueiro Almeida, em Arroios. Por volta das 11:30, quando as funcionárias se preparavam para lhe dar de comer, perceberam que a criança já estava morta.

O INEM e os pais - nepaleses - foram chamados de imediato e todas as crianças saíram do infantário perto das 13 horas.

A mãe da vítima teve de ser assistida no Hospital de São José por se ter sentido mal.

Elementos da PSP estiveram no local e o corpo foi levado às 16 horas numa automaca, desconhecendo-se ainda as causas que provocaram a morte do bebé.

  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Morreu o artista plástico Júlio Pomar

    Cultura

    O artista plástico Júlio Pomar morreu hoje aos 92 anos no Hospital da Luz, em Lisboa, revelou à Lusa fonte familiar. Segundo a mesma fonte, o pintor morreu na sequência de problemas de saúde relacionados com a idade e com um internamento prolongado. Não há ainda informações sobre cerimónias fúnebres.

  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.

  • Lembra-se dos olharapos da Expo'98? Estão de volta
    1:46