sicnot

Perfil

País

Marcelo admite recandidatura "se sentir dever de consciência" de o fazer

Marcelo admite recandidatura "se sentir dever de consciência" de o fazer

Marcelo Rebelo de Sousa admite recandidatar-se dentro de quatro anos, caso considere que é necessário para o país. O Presidente da República cumpre esta quinta-feira o primeiro ano de mandato e aproveitou para voltar à escola que frequentou em adolescente.

  • Os três vetos do Presidente Marcelo
    2:08

    País

    O primeiro-ministro felicita o Presidente da República por aquilo a que chama "um ano exemplar" de cooperação entre órgãos de soberania. Marcelo Rebelo de Sousa diz que se limitou a cumprir a Constituição. Neste primeiro ano de mandato, Marcelo usou o poder de veto apenas três vezes.

  • "É muito mais trabalhoso e fatigante do que previa"
    4:04

    País

    No dia do primeiro aniversário da tomada de posse, Marcelo Rebelo de Sousa retirou parte da tarde para uma agenda privada e visitou três exposições. A SIC encontrou-o no Museu do Chiado e aconteceu uma entrevista exclusiva. O Presidente da República confessou que fala todos os dias com o primeiro-minsitro e disse que estava à espera de uma vida menos trabalhosa em Belém.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.