sicnot

Perfil

País

Trabalhador que morreu em pirotecnia estava sozinho num paiol

Trabalhador que morreu em pirotecnia estava sozinho num paiol

Uma explosão numa fábrica de pirotecnia de Amarante fez uma vítima mortal. Um homem de 50 anos estava a trabalhar sozinho num paiol, um local são armazenados explosivos. De acordo com o comandante da Proteção Civil de Amarante, Hélder Ferreira, há sete anos na mesma empresa morreu um trabalhador num outro acidente. 

O rebentamento aconteceu no lugar de Pidre, freguesia de Mancelos. A empresa Douro Pirotecnia, onde ocorreu a explosão, opera no concelho de Amarante há dez anos tendo sido uma das primeiras a receber licenciamento.

Contactada pela SIC, a Douro Pirotecnia não quis prestar esclarecimentos sobre o caso.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Vila Meã, GNR e duas viaturas do INEM.

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15