sicnot

Perfil

País

PSP destrói mais de três mil armas

Marcos Borga

A PSP destruiu na terça-feira mais de três mil armas de fogo e armas brancas dadas como perdidas a favor do Estado no âmbito de processos-crime, administrativos ou contraordenações, divulgou esta sexta-feira a polícia.

Em comunicado, a direção da PSP adianta que foram destruídas 3.129 armas numa empresa especializada depois de terem sido apreendidas ou entregues voluntariamente ao Estado pelos seus detentores ou achadores.

As armas, entre as quais pistolas, revólveres, espingardas, punhais, navalhas, espadas, foram destruídas devido ao seu estado de degradação já que eram inúteis para atividade operacional, formativa, cultural ou museológica das forças de segurança.

Em 2016, a PSP realizou sete operações de destruição de armas, num total de cerca de 24 mil armas de fogo e armas brancas.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15