sicnot

Perfil

País

Dois mortos e dois feridos graves em acidente de viação no Montijo

Dois mortos e dois feridos graves é o resultado de um acidente de viação que ocorreu na tarde de hoje no Montijo, distrito de Setúbal, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.

"O acidente ocorreu pelas 14:55 na estrada nacional 5, ao quilómetro 6,2, no Alto Estanqueiro, Montijo. Tratou-se de uma colisão entre um pesado de mercadorias e uma viatura ligeira de passageiros que causou duas vítimas mortais e dois feridos greves", disse fonte do CDOS.


Segundo a mesma fonte, os dois feridos graves foram transportados para o Hospital Garcia de Orta, em Almada, e para o Hospital do Barreiro.
"A indicação que temos é que a viatura ligeira terá colidido na frente do camião, mas as autoridades é que vão apurar as causas. As vítimas estavam todas na viatura ligeira", acrescentou.


O acidente originou o corte da estrada. "O veículo pesado tinha recipientes de adubo líquido, cerca de seis mil litros e, como houve uma fuga, está a efetuar-se a trasfega. A estrada está totalmente cortada", afirmou, cerca das 18:00.


No local do acidente estiveram 12 viaturas e 18 operacionais, alguns dos quais ainda permanecem no local.

Lusa

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão
    3:07
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35