sicnot

Perfil

País

Lisboa com 14 novos centros de saúde para substituir prédios

Lisboa vai ter 14 novas unidades de saúde que, até 2020, irão substituir centros de saúde em prédios de habitação frequentados por 300 mil utentes, revelou a presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Rosa Valente de Matos, afirmou que as novas unidades vão acolher utentes que até agora eram atendidos em centros de saúde construídos em prédios de habitação.

Os novos centros de saúde, construídos essencialmente em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa (CML), vão, numa primeira fase, substituir "os que estão mais degradados".

Numa segunda fase, prosseguiu, serão transferidos para novas unidades os centros de saúde que "receberam algumas remodelações e não precisam já, já de uma substituição".

Os novos centros de saúde a ser construídos serão as Unidades de Saúde (US) Alta Lisboa-Norte (freguesia de Santa Clara), a US Telheiras (Lumiar), US Alcântara (Alcântara), US Ajuda (Ajuda), US Restelo (Belém), US Alto dos Moinhos (São Domingos de Benfica), US Fonte Nova (Benfica), US Marvila (Marvila), US Campo de Ourique (Campo de Ourique), US Areeiro (Areeiro), US Arroios (Arroios), US Beato (Beato), US Sapadores-Graça (Penha de França) e US Parque das Nações (Parque das Nações).

A US Alta de Lisboa-Norte irá receber os utentes das Unidades de Cuidados de Saúde primários (UCSP) da Charneca e parte dos da UCSP do Lumiar, a US Parque das Nações os da UCSP dos Olivais, a US Telheiras acolherá parte dos utentes da UCSP do Lumiar e a US do Alto dos Moinhos os da Unidade de Saúde Familiar (USF) das Tílias.

A US Fonte Nova receberá os utentes das USF Gerações e Rodrigues Migueis, a US Marvila os da UCSP de Marvila (duas unidades), a US Areeiro os da USF Fonte Luminosa e a US Beato os da USF Oriente.

A US Sapadores-Graça contará com os utentes da UCSP da Graça, a US Arroios os das UCSP Alameda e Penha de França, a US Campo de Ourique os das USF de Santo Condestável e Sofia Abecassis.Para a US Alcântara irão os utentes da UCSP de Alcântara e a US da Ajuda os da USF da Ajuda.

Segundo Rosa Valente de Matos, a construção das novas unidades arranca este ano e deverá terminar em 2020.

"Temos de ter serviços de saúde diferentes, mais abertos à comunidade, em que as pessoas tenham espaços e que não tenham de subir escadarias que encontramos nos prédios de habitação, mas que sejam também edifícios amigos das pessoas", disse.

Algumas das novas unidades terão novas competências, como médicos dentistas, exames complementares, raio x, recolha de sangue e outros meios complementares de diagnóstico.O objetivo é "responder à maioria das necessidades das pessoas", adiantou.Com estas mudanças, a ARSLVT espera ainda atrair mais profissionais de saúde.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC