sicnot

Perfil

País

Confirmado terceiro caso de legionella na Maia

Um novo caso de legionella no concelho da Maia foi hoje notificado pelas autoridades de saúde, subindo para três o número de confirmações de pessoas infetadas com a bactéria, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Este terceiro caso, notificado através do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica (SINAVE), refere-se a um doente que se encontra internado no Centro Hospitalar de São João, no Porto, com "estado clínico considerado estável".

A DGS adianta que se mantém o nível de alerta, "uma vez que coincide com o último dia do período de incubação correspondente à desinfeção das torres (de arrefecimento de ar-condicionado) suspeitas".

A autoridade de saúde reitera que "a população residente no concelho da Maia não precisa de tomar cuidados adicionais" e acrescenta que "os trabalhos conduzidos pela Inspeção-Geral do Ambiente (IGAMAOT) confirmam que a unidade fabril está em condições de continuar a laboração".

Isto porque "os trabalhos de desinfeção entretanto concluídos revelaram amostras sem contaminação, segundo o Instituto Ricardo Jorge", segundo o comunicado da DGS.

Lusa

  • Dois trabalhadores contaminados com legionella na Maia
    2:23

    País

    A Direção-Geral de Saúde diz existirem dois casos de legionella na fábrica da Maia, um deles foi contaminado com a estirpe encontrada nas torres de arrefecimento. Há mais 6 pessoas a ser analisadas. As autoridades dizem que não há razão para alarme.

  • Legionella preocupa habitantes de Vermoim
    1:36

    País

    Apesar das autoridades de saúde garantirem que a situação está controlada, os moradores da freguesia de Vermoim estão preocupados com a existência de um caso de legionella confirmado na empresa Sakthi.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.