sicnot

Perfil

País

Confirmado terceiro caso de legionella na Maia

Um novo caso de legionella no concelho da Maia foi hoje notificado pelas autoridades de saúde, subindo para três o número de confirmações de pessoas infetadas com a bactéria, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Este terceiro caso, notificado através do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica (SINAVE), refere-se a um doente que se encontra internado no Centro Hospitalar de São João, no Porto, com "estado clínico considerado estável".

A DGS adianta que se mantém o nível de alerta, "uma vez que coincide com o último dia do período de incubação correspondente à desinfeção das torres (de arrefecimento de ar-condicionado) suspeitas".

A autoridade de saúde reitera que "a população residente no concelho da Maia não precisa de tomar cuidados adicionais" e acrescenta que "os trabalhos conduzidos pela Inspeção-Geral do Ambiente (IGAMAOT) confirmam que a unidade fabril está em condições de continuar a laboração".

Isto porque "os trabalhos de desinfeção entretanto concluídos revelaram amostras sem contaminação, segundo o Instituto Ricardo Jorge", segundo o comunicado da DGS.

Lusa

  • Dois trabalhadores contaminados com legionella na Maia
    2:23

    País

    A Direção-Geral de Saúde diz existirem dois casos de legionella na fábrica da Maia, um deles foi contaminado com a estirpe encontrada nas torres de arrefecimento. Há mais 6 pessoas a ser analisadas. As autoridades dizem que não há razão para alarme.

  • Legionella preocupa habitantes de Vermoim
    1:36

    País

    Apesar das autoridades de saúde garantirem que a situação está controlada, os moradores da freguesia de Vermoim estão preocupados com a existência de um caso de legionella confirmado na empresa Sakthi.

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19