sicnot

Perfil

País

Mãe que saltou para o Cávado com filho condenada por homicídio simples

O Tribunal de Braga condenou hoje a mãe que saltou para o rio Cávado com o filho, em junho do ano passado, a 10 anos de prisão numa unidade de saúde mental, por homicídio simples.

Última atualização às 15:02

A mulher, de 37 anos, estava acusada pelo crime de homicidio qualificado, mas acabou por ser condenada por homicídio simples, pela morte da criança de 6 anos.

A arguida tem estado nos últimos nove meses internada, com pulseira electrónica, numa unidade de saúde mental. E assim deverá continuar, enquanto se mantiver em estado de depressão, já que o colectivo de juízes considerou que os estabelecimentos prisionais não são, por agora, adequados à reclusa.

A defesa chegou a alegar que a arguida seria inimputável, por sofrer de problemas mentais. Não foi esse no entanto o entendimento do tribunal.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15