sicnot

Perfil

País

Termina hoje o prazo para contribuintes reclamarem despesas comunicadas ao Fisco

Os contribuintes têm até hoje para reclamar, no Portal das Finanças, das despesas feitas em 2016 que foram comunicadas através do e-fatura, podendo ainda, na entrega do IRS, introduzir as faturas diretamente na declaração.

Desde 1 de março que os contribuintes puderam consultar as despesas gerais e familiares, bem como das despesas com direito à dedução do IVA pela exigência da fatura que foram comunicadas ao Fisco, no Portal das Finanças (no endereço https://irs.portaldasfinancas.gov.pt).

Depois de consultar a lista completa das despesas e as respetivas deduções com base nas faturas comunicadas à Autoridade Tributária (AT) através do e-fatura, os contribuintes podem, até hoje, reclamar dos valores inscritos.

No entanto, os contribuintes podem também optar, no momento da entrega da declaração do IRS, por preencher diretamente na declaração as faturas que não tenham sido consideradas por falta de validação. Este ano, pela primeira vez, existe um prazo único -- entre 1 de abril e 31 de maio - para a entrega das declarações de IRS, independentemente da proveniência do rendimento e da forma de entrega (papel ou Internet).

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.