sicnot

Perfil

País

Inspector da PJ infiltrado consegue confissão de homicida português na Suíça

Inspector da PJ infiltrado consegue confissão de homicida português na Suíça

Um emigrante português estava detido desde 2015 por suspeitas da morte da vizinha, sem que as autoridades suíças tivessem conseguido reunir prova do crime. Um inspetor da Polícia Judiciária fez-se passar por recluso durante três meses na cadeia de Champ-Dollon, nos arredores de Genebra,  e acabou por conseguir que o português confessasse o crime e revelasse o paradeiro do corpo da vítima.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.