sicnot

Perfil

País

PJ detém três suspeitos de burla internacional de 10 milhões de euros

© Leonhard Foeger / Reuters

A Polícia Judiciária deteve três homens por branqueamento de capitais e burla de âmbito internacional. Em causa estarão cerca de 10 milhões de euros.

Última atualização às 12:42

O dinheiro terá chegado a Portugal atraves de transfêrencias bancárias e seria branqueado por meio de empresas fictícias que compravam imóveis e viaturas de luxo.

As detenções aconteceram esta quinta-feira. Na operação, a PJ apreendeu imóveis e várias viaturas.

Foram ainda apreendidos cinco milhões de euros que estavam em contas bancárias.

A operação da Judiciária foi dirigida pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal do Ministério Público.

Não é conhecida nenhuma profissão dos detidos, que nunca tinham apresentado declaração de rendimentos.

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.