sicnot

Perfil

País

Chamas chegaram a ameaçar fábrica de produtos químicos em Fafe

HUGO DELGADO

Um incêndio florestal chegou a ameaçar esta quarta-feira uma fábrica de produtos químicos em Fafe. Contudo, Paulo Ferreira, adjunto dos Bombeiros de Fafe, garante que a fábrica de produtos e as habitações estão fora de perigo, e diz ainda que a situação está controlada.

O fogo deflagrou na zona da Senhora da Ajuda, junto da estrada de Fafe-Aboim. O alerta para o incêndio foi recebido às 14:15. A dificultar o trabalho dos bombeiros estão as fortes rajadas de vento que se fazem sentir na zona.

Um helicóptero chegou a ser mobilizado para o local, mas teve de regressar à base devido ao vento e ao fumo intenso que dificultavam a sua operacionalidade, acrescentou.

No combate às chamas estão 19 bombeiros das corporações de Fafe e Vizela, apoiados por seis veículos, e elementos do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) de Braga.

Com Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Santana Lopes rejeita responsabilidades nas falhas do SIRESP
    1:21

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Sobre o relatório do SIRESP, António Vitorino diz que há neste momento um passa culpas entre entidades que só vai contribuir para aumentar o receio das populações perante os incêndios. Pedro Santana Lopes, que era primeiro-ministro quando foi assinado o contrato da rede de comunicações, diz que não sente responsabilidades e defende que o importante é perceber o que há de errado com o SIRESP.

  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29