sicnot

Perfil

País

Miguel Albuquerque diz que os emigrantes da Venezuela estão a regressar

O presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, disse esta quarta-feira que a situação de radicalização na Venezuela não pode durar "muito tempo", admitindo que se regista um regresso de muitos dos emigrantes naquele país.

"A Venezuela é um grande país. Está a viver neste momento uma situação política muito complicada e o que esperamos é que este processo de radicalização se atenue o mais rapidamente possível, porque não é possível manter esta situação por muito tempo", afirmou o governante madeirense, em entrevista à agência Lusa na altura em que cumpre dois anos de mandato à frente do executivo da Madeira.

O chefe do governo insular admitiu que está a registar-se um regresso de emigrantes, uma situação que considerou normal neste tipo de contextos.

"Estamos a apoiar e alguns deles vêm para a Madeira, há uma comunidade já muito grande em Miami, na Colômbia", referiu.Miguel Albuquerque referiu que o Sistema Regional de Saúde da Madeira tem registado "um aumento quer dos tratamentos dos emigrantes, quer no consumo dos medicamentos".Também mencionou que se verificou "uma afluência muito grande de pessoas da Venezuela que, chegando à Madeira com dificuldades, inscrevem-se no desemprego".

O responsável admitiu que devido à possibilidade de um cenário de guerra civil, um regresso em massa de emigrantes "não pode deixar de ser equacionado", complementando:" Mas acho que será muito difícil e continuo a ter fé que a situação vai-se resolver".

O líder madeirense salientou que as autoridades regionais estão a acompanhar a situação, estando em contado com o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e que o secretário regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus da Madeira, Sérgio Marques, esteve reunido com os diversos centros sociais naquele país.

"Estamos a tentar apoiar a nível de medicamentos e por via das instituições de solidariedade social", vincou Miguel Albuquerque, sustentando que o "relacionamento relativamente ao Estado é complicado, uma vez que tendo uma comunidade emigrante muito grande não pode ter posições que depois tenham reflexo sobre a comunidade lá residente".

O presidente do governo regional assegurou que a Madeira tem "um contacto permanente com a comunidade" na Venezuela, argumentando que "não há uma família madeirense que não tenha um residente" naquele país.

"As infraestruturas do país estão a sofrer imenso. A Venezuela é um país muito rico e que tem neste momento problemas de produtividade e de distribuição. Fazemos fé que as coisas vão melhorar", concluiu.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.