sicnot

Perfil

País

No 25 de Abril Costa abre jardins de São Bento com música e poemas

SIC

O primeiro-ministro, António Costa, assinala a Revolução de 25 de Abril, na terça-feira, abrindo novamente aos cidadãos os jardins da residência oficial, onde haverá um concerto de Jorge Palma e o ex-candidato presidencial Manuel Alegre lerá poemas.

De acordo com a informação transmitida à agência Lusa pelo gabinete do primeiro-ministro, os jardins de São Bento vão estar neste dia abertos ao público a partir das 14:30 horas.

António Costa, que de manhã estará presente na sessão solene comemorativa do 43º aniversário do 25 de Abril na Assembleia da República, vai associar-se a diversos momentos culturais ao longo de tarde.

Pelos jardins de São Bento, vão passar também vários membros do Governo, em particular o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

No programa deste ano, além do concerto de Jorge Palma, que encerrará o conjunto de iniciativas daquela tarde cultural, está prevista uma homenagem a Manuel Alegre pelos cinquenta anos de "O Canto e as Armas", com leitura de poemas deste livro histórico.

Segundo o gabinete do primeiro-ministro, "o próprio autor, Manuel Alegre, será um dos que irá ler poemas durante a tarde nos jardins". "A poesia será um ponto forte nas comemorações, já que ao longo da tarde haverá a leitura de "Poemas Livres" alusivos à liberdade, com a interpretação de diversas personalidades da cultura e das artes", refere ainda o mesmo gabinete.

Entre os pontos altos do programa inclui-se também a inauguração de uma escultura de Vhils que invoca os princípios da revolução.

A escultura de Vhils, uma imponente escultura de oito toneladas e que foi concebida pelo artista plástico especificamente para este efeito, ficará exposta nos jardins de São Bento de modo permanente e poderá ser visitada todos os domingos, dia em que os Jardins de São Bento estão abertos ao público.

O programa comemorativo do 25 de Abril inclui ainda espetáculos de teatro de marionetas para os mais novos, atuações musicais dos Cant'arte, das Cantadeiras do Redondo e da Banda Móvel.

O público interessado poderá igualmente participar em experiências de artes plásticas com o projeto Lata 65 e com a presença de Vhils, tendo ainda a possibilidade de gravar em vídeo a sua memória do 25 de abril, ou fazer um depoimento sobre os seguintes temas: "O que é a Revolução?" "O que é a Liberdade?" e "O que é a democracia?"

Lusa

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59