sicnot

Perfil

País

Ultraleve alemã de matrícula alemã aterra em pista não certificada em Palmela

Um ultraleve de matrícula alemã, com dois ocupantes a bordo, aterrou na pista da herdade de Rio Frio, no concelho de Palmela, disse esta quinta-feira à agência Lusa fonte do Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana de Setúbal.

O piloto, de nacionalidade alemã e 57 anos, explicou à GNR que descolou pelas 10h00 de terça-feira de Granada, no sul de Espanha, e que aterrou cerca das 12h50 na pista de terra batida da herdade de Rio Frio "supostamente autorizado por uma torre de controlo".

Fontes ligadas ao setor da aviação adiantaram à Lusa que a pista em causa "é privada e que não está certificada" pelo regulador nacional, a Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC), para que possa ser utilizada numa operação aérea.

A GNR suspeita de uma "falha de comunicação" entre o piloto, que seguia a bordo com uma mulher, e o controlo do trafego aéreo, acrescentando que esta pista é normalmente usada para aterragens e descolagens de aeronaves ligeiras envolvidas em operações de pulverização agrícola.

O piloto alemão contou aos militares da GNR que se deslocou a Portugal para passar férias.

A GNR já informou a Autoridade Nacional de Aviação Civil da ocorrência.

Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • Estarão os portugueses a consumir vitamina D em excesso? 
    6:44
  • Investigadores criam nanovacina contra diferentes cancros

    Mundo

    Investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nanovacina (vacina administrada através de partículas microscópicas) contra diferentes cancros, como o da pele, do cólon e do reto, numa experiência com ratos, revela um estudo publicado esta segunda-feira.