sicnot

Perfil

País

Palácio Calheta é "casa" do MUDE até fevereiro

O Palácio Calheta, em Lisboa, acolhe até fevereiro três exposições do Museu do Design e da Moda no âmbito da programação "MUDE Fora de Portas", tornando-se assim a "casa" daquela instituição até à reabertura das suas instalações na Baixa.

"De hoje até ao final de fevereiro de 2018, o MUDE fica no Palácio Calheta e, no final desta programação, regressamos à rua Augusta", anunciou esta sexta-feira a diretora do Museu, durante uma visita à exposição "Novo Mundo - Visões através da Bienal Iberoamericana de Diseño. 2008-2016", que é inaugurada no sábado.

O Palácio dos Condes da Calheta acolhe as iniciativas do MUDE no âmbito de um protocolo celebrado entre aquela instituição e a Universidade de Lisboa.

Além da mostra "Novo Mundo - Visões através da Bienal Iberoamericana de Diseño. 2008-2016", que estará patente até 02 de julho, o Palácio irá acolher também as exposições "Como se pronuncia Design em português: Brasil Hoje" e "Tanto Mar. Fluxos transatlânticos pelo design".

O Palácio Calheta faz parte do antigo Instituto de Investigação Cientifica Tropical que, desde 1 de agosto de 2015, passou a integrar a Universidade de Lisboa.

O MUDE encerrou em de maio do ano passado para obras de requalificação integral do edifício de oito pisos, mas continuou a atividade numa programação de exposições, dentro e fora da capital.

Inaugurado em 2009, com base na Coleção Francisco Capelo, o museu recebeu, até à data de encerramento, mais de 1.920.500 visitantes, apresentou 58 exposições, 177 eventos e 39 edições relacionadas com o seu acervo de moda e design.

O acervo do MUDE ganhou, nestes sete anos de existência, mais de 800 novas peças para incorporação, sobretudo doações na área do design e da moda de criadores portugueses.

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • Detido antigo diretor regional do BES na Madeira

    Queda do BES

    Foi detido o antigo diretor do Banco Espírito Santo da Madeira, no âmbito do chamado processo ao Universo GES. João Alexandre Silva tinha sido também o representante do BES na Venezuela, onde a instituição portuguesa abriu várias agências em diversas cidades e tinha cerca de 7600 clientes domiciliados.

    Notícia SIC

  • Couves, arroz integral e bróculos biológicos com pesticidas sintéticos
    2:29
  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".