sicnot

Perfil

País

Suspeito de homicídio diz que esfaqueou ex-companheira "sem querer"

(Arquivo)

© STRINGER Italy / Reuters

Um homem, de 62 anos, confessou esta sexta-feira no Tribunal de Aveiro ter esfaqueado mortalmente a ex-companheira, de 60 anos, durante uma discussão com a vítima, mas disse que não foi intencional.

O crime ocorreu na manhã do dia 10 de agosto de 2016, junto ao terminal TIR-TIF, na Gafanha da Nazaré, em Ílhavo, onde o arguido e a vítima se encontravam ocasionalmente para terem relações sexuais.

"Foi um autêntico filme de terror. Ela pegou numa faca de cortar fruta e disse-me para sair de cima dela. Quando lhe tirei a faca da mão, espetei-a no corpo dela sem querer. Só dei por ela, quando vi que ela estava a deitar sangue", disse o arguido, que falava na primeira sessão do julgamento.

O sexagenário, que está acusado de um crime de homicídio e outro de profanação de cadáver, negou ainda ter apertado o pescoço à mulher para a asfixiar, como refere a acusação do Ministério Público (MP).

Após a agressão fatal, o arguido saiu do carro, atirou a faca para longe e vestiu a mulher para a levar ao Hospital.

"Tentei socorrê-la, mas quando cheguei à rotunda, ela já não respirava. Fiquei apavorado", disse o arguido, adiantando que seguiu na viatura da vítima para a sua casa, em Cacia.

O homicida admitiu ainda que lhe passou pela cabeça incendiar o carro da vítima, mas não teve coragem para o fazer, e afirmou que nunca pensou em desfazer-se do corpo.

Contou ainda que no dia seguinte ao crime, de manhã, fez uma mala com roupa, porque sabia que ia ser preso. "Estava à espera da minha filha para lhe entregar a chave, porque ia entregar-me à GNR, mas entretanto apareceu a Polícia Judiciária (PJ)", disse.

Segundo a acusação do MP, o arguido teve uma relação amorosa com a vítima durante alguns anos e, após a separação, mantinha por aquela sentimentos de "obsessão e posse, procurando controlar todos os aspetos da vida dela".

No fatídico dia, o arguido encontrou-se com a vítima para apanhar bivalves e tentou convencê-la a manter relações sexuais, mas aquela recusou.

O arguido terá então pegado numa faca de cozinha que estava no interior da viatura e, "num acesso de fúria e ciúme", atingiu a mulher com um golpe no peito e ainda lhe apertou o pescoço.

Segundo a investigação, o homicida conduziu depois a viatura da vítima, com o corpo da mesma, até à sua habitação, onde veio a ser encontrado no dia seguinte pela PJ com as pernas e os braços amarrados com cordas.

A acusação refere ainda que o sexagenário deslocou-se a um posto de abastecimento de combustíveis para encher um recipiente com gasolina para incendiar o veículo e o cadáver, o que não chegou a acontecer.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.