sicnot

Perfil

País

Trabalhadores não docentes em protesto por carreiras e contra municipalização

Cerca de um milhar de trabalhadores não docentes partiu esta sexta-feira da estação de Entrecampos, em Lisboa, em direção ao Ministério da Educação para exigir uma carreira para os funcionários e contestar a municipalização da educação.

Os cerca de mil funcionários das escolas concentraram-se junto à estação de Entrecampos, em Lisboa, de onde partiram às 15:00, para percorrerem cerca de 500 metros em direção ao Ministério da Educação, na avenida 5 de Outubro, numa manifestação convocada pela Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, afeto à CGTP-In.

"Emprego com Direitos sim, precariedade não", "É preciso é urgente mais trabalhadores não docentes" e "Não e não à municipalização" eram algumas das palavras de ordem que os manifestantes entoavam a caminho do Ministério, empunhando faixas e bandeiras do sindicato.

Centenas de escolas de norte a sul do país estão encerradas esta sexta-feira por causa do pré-aviso de greve emitido pelos sindicatos dos trabalhadores em funções públicas para permitir a participação na manifestação.

A estrutura sindical reclama a integração por via excecional, sem concurso, de cerca de 2.000 funcionários que reúnem as condições para a vinculação aos quadros do Estado, de acordo com a informação prestada à agência Lusa pelo coordenador para a área da educação, Artur Sequeira, na altura da apresentação da iniciativa, no início do mês.

No local da manifestação será depois aprovada uma resolução para entregar ao Ministério.

A federação queixa-se de falta de resposta do Ministério a um caderno reivindicativo que entregou em fevereiro e que, além desta questão, inclui uma nova portaria de rácios que tenha em conta o tipo de escola e a localização e não apenas os números de alunos e de funcionários.

Os trabalhadores não docentes pretendem também negociar carreiras especiais e assegurar que não ficam na tutela das autarquias, ao abrigo de um processo de descentralização que contestam.

Lusa

  • Manifestação de funcionários obriga escolas a fechar
    1:42

    País

    Várias escolas estão encerradas em todo o país devido ao protesto dos trabalhadores não docentes. A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais convocou uma manifestação, em frente ao Ministério da Educação, para exigir, sobretudo, a contratação de mais pessoal.

  • Escolas fechadas, funcionários em protesto

    País

    Várias escolas de norte a sul do país estão encerradas por causa do pré-aviso de greve emitido pelos dos sindicatos dos trabalhadores em funções públicas, para permitir a participação na manifestação marcada para esta sexta-feira em Lisboa.

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.