sicnot

Perfil

País

Lince espanhol veio acasalar a Portugal

Um macho de lince-ibérico, nascido na região de Doñana, em Espanha, é o provável progenitor da primeira ninhada da espécie confirmada este ano na natureza em Portugal. "Mundo" terá percorrido cerca de 170 quilómetros até encontrar a fêmea "Malva", em Serpa.

A história de "Mundo" e "Malva" demonstra a ligação entre os diferentes territórios usados pelo lince-ibérico em Portugal e em Espanha. Os biólogos do Parque Natural do Vale do Guadiana, que monitorizam os linces libertados em Portugal, acreditam que os dois linces ter-se-ão encontrado e acasalado no passado mês de dezembro.

Segundo informou esta quinta-feira em comunicado o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), "Mundo" tem 2 anos, nasceu no campo e não está marcado com colar GPS. Foi detetado em abril junto ao território de "Malva", uma fêmea libertada no concelho de Mértola, em fevereiro de 2016.

"Malva" é a progenitora da primeira ninhada nascida na natureza em Portugal, este ano, e permanece junto das suas crias.

A fêmea "terá migrado para uma zona situada a norte da área de reintrodução" e tem estado, desde março, "num território tranquilo situado perto do rio Guadiana, no concelho de Serpa".

Além de ser mais uma prova da "conexão efetiva entre duas populações selvagens de lince-ibérico na Península Ibérica, com a existência de um corredor natural entre os dois países", este acasalamento é um sinal muito positivo para quem trabalha na conservação da espécie.

"Até agora pensava-se que a conhecida população natural do Parque Nacional de Doñana estava perigosamente isolada de outras áreas de ocorrência de lince", explica ainda o ICNF.