sicnot

Perfil

País

Mais de 326 mil alunos frequentam Atividades de Enriquecimento Curricular

(Reuters/ Arquivo)

Mais de 326 mil alunos estão inscritos nas Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) nas escolas públicas com 1.º ciclo do ensino básico, segundo os dados da Direção Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC).

De acordo com os números da DGEEC referentes a este ano letivo, a maioria dos alunos frequentam AEC no domínio desportivo (59,2%) e artístico (49,9%). Depois aparecem a aprendizagem da língua inglesa (24,2%) e as atividades da área científica (11,8%).

As AEC que incluem a aprendizagem de outra língua estrangeira e as do domínio da solidariedade e voluntariado são as que menor percentagem de alunos têm inscritos.

Os dados da DGEEC indicam que as AEC, que são facultativas e funcionam no final do horário letivo, têm grande participação dos alunos em todo o território nacional, com uma percentagem quase sempre acima dos 80%.

Na distribuição pelo território do continente, segundo a DGEEC, há mais de 122.000 alunos com AEC na área da Direção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo e quase 119.000 na da Direção Regional de Educação do Norte.

Na região Centro estão inscritos 51.964 alunos nas AEC, no Alentejo são 16.771 e no Algarve 16.808.

A verba aprovada em novembro para financiar as AEC neste ano letivo ronda os 20,7 milhões de euros.

De acordo com as orientações emitidas pelo Ministério da Educação para este ano letivo, as AEC devem ser lúdicas e sem avaliação, para evitar que sejam "um prolongamento de atividades formais de ensino".

Além de "não constituírem objeto de avaliação sumativa", as AEC não devem marcar trabalhos de casa.

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC