sicnot

Perfil

País

Mais de 326 mil alunos frequentam Atividades de Enriquecimento Curricular

(Reuters/ Arquivo)

Mais de 326 mil alunos estão inscritos nas Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) nas escolas públicas com 1.º ciclo do ensino básico, segundo os dados da Direção Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC).

De acordo com os números da DGEEC referentes a este ano letivo, a maioria dos alunos frequentam AEC no domínio desportivo (59,2%) e artístico (49,9%). Depois aparecem a aprendizagem da língua inglesa (24,2%) e as atividades da área científica (11,8%).

As AEC que incluem a aprendizagem de outra língua estrangeira e as do domínio da solidariedade e voluntariado são as que menor percentagem de alunos têm inscritos.

Os dados da DGEEC indicam que as AEC, que são facultativas e funcionam no final do horário letivo, têm grande participação dos alunos em todo o território nacional, com uma percentagem quase sempre acima dos 80%.

Na distribuição pelo território do continente, segundo a DGEEC, há mais de 122.000 alunos com AEC na área da Direção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo e quase 119.000 na da Direção Regional de Educação do Norte.

Na região Centro estão inscritos 51.964 alunos nas AEC, no Alentejo são 16.771 e no Algarve 16.808.

A verba aprovada em novembro para financiar as AEC neste ano letivo ronda os 20,7 milhões de euros.

De acordo com as orientações emitidas pelo Ministério da Educação para este ano letivo, as AEC devem ser lúdicas e sem avaliação, para evitar que sejam "um prolongamento de atividades formais de ensino".

Além de "não constituírem objeto de avaliação sumativa", as AEC não devem marcar trabalhos de casa.

Lusa

  • PS vai continuar a procurar entendimentos à esquerda
    1:38
  • 22 mortos devido a gripe H1N1 no Equador

    Mundo

    Uma epidemia de gripe H1N1 provocou a morte de 22 pessoas no Equador, onde estão diagnosticados perto de 500 casos, anunciou esta segunda-feira o vice-ministro da Saúde, Carlos Duran.

  • Papa pede perdão a vítimas de abusos por ter usado expressão "menos feliz"
    1:21

    Mundo

    No final da visita à América Latina, já no avião de regresso a Roma, o Papa Francisco pediu desculpa às vítimas de abusos sexuais no Chile. O líder da Igreja católica considerou que utilzou uma expressão menos "feliz" quando saiu em defesa do bispo Juan Barros, exigindo "provas" a quem o acusa de não ter agido.

  • Os três pontos de Ronaldo
    1:16
  • Decifrado pergaminho encontrado há 50 anos

    Mundo

    Investigadores israelitas reconstituíram e decifraram um dos dois manuscritos de pergaminhos do Mar Morto que nunca tinham sido interpretados desde que foram descobertos há meio século, anunciou a universidade israelita de Haifa.

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC