sicnot

Perfil

País

Complexo turístico Zmar em Odemira reabre após incêndio em setembro

Zmar Eco Experience/Facebook

O complexo turístico Zmar, em Odemira (Beja), atingido por um incêndio em setembro do ano passado, reabre na próxima semana para convidados, grupos e eventos e, a 1 de junho, para o público em geral.

"Vamos reabrir em formato de "soft opening", com convidados e, depois, grupos e eventos, a partir da próxima semana, e para o público, no dia 1 de junho", explicou hoje à agência Lusa Francesca de Mello Breyner, do Zmar.

O "resort", situado na zona de Zambujeira do Mar, no concelho de Odemira, no distrito de Beja, sofreu prejuízos quando foi atingido por um incêndio, a 24 de setembro do ano passado.

O fogo não provocou vítimas, mas obrigou à evacuação do espaço e à retirada de centenas de clientes e colaboradores, destruindo, além de três automóveis, o restaurante, as cozinhas, o spa, a piscina interior de ondas e algumas salas.

Apesar dos prejuízos, o empreendimento reabriu num modelo provisório a meio de outubro para eventos e grupos e passou a aceitar hóspedes individuais a partir de novembro, aos fins de semana, acabando por encerrar totalmente, no dia 2 de janeiro deste ano, para as obras de reconstrução das valências afetadas.

Em comunicado divulgado hoje, o Zmar Eco Experience, detido pela empresa Multiparques A Céu Aberto, anunciou a conclusão da empreitada e as datas de reabertura.

"Após quatro meses de obras, o Zmar encontra-se finalmente reerguido", congratulou-se a empresa.

Os trabalhos incluíram a "recuperação e melhoramento dos espaços que foram afetados pelo incêndio", como é o caso do restaurante, bar, cozinhas, piscina de ondas e spa, mas o complexo turístico vai também, agora, estrear "novos serviços e espaços".

Uma quinta pedagógica, um novo restaurante e dois novos bares, um deles junto da piscina, áreas 'chill-out', edifício para ginásio e salas de reunião são as mais recentes "aquisições" do espaço, disponíveis para os hóspedes.

Na empreitada de reconstrução, na qual utilizou madeira proveniente de florestas certificadas, o Zmar aplicou dinheiro recebido do seguro, cujo valor Francesca de Mello Breyner se escusou a divulgar à Lusa, em janeiro.

Na mesma altura, a responsável disse que as peritagens concluíram que o incêndio no 'resort', a funcionar desde 2009, se deveu a "um acidente natural, provocado por um curto-circuito associado a um equipamento eletrónico".

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC