sicnot

Perfil

País

Sindicatos esperam elevada adesão à greve dos médicos no Hospital de S. João

Reportagem SIC

Sindicatos esperam elevada adesão à greve dos médicos no Hospital de S. João

Os médicos estão hoje e amanhã em greve. A paralisação foi convocada pelos dois sindicatos médicos e é a primeira destes profissionais de saúde que enfrenta o ministro Adalberto Campos Fernandes. No Porto, o repórter Miguel Mota fez um ponto de situação da greve no Hospital de S. João, pouco depois das 10h00. Ainda não há números oficiais da adesão ao protesto neste hospital, os sindicatos esperam elevada participação, os utentes notam alguma perturbação.

  • Primeiro de dois dias de greve nacional dos médicos
    2:03

    Economia

    Os médicos cumprem hoje o primeiro de dois dias de uma greve nacional. Os sindicatos dos médicos exigem medidas ao Governo em matérias como a redução dos utentes por médico de família e diminuição de horas em urgência. As consultas e cirurgias programadas devem ser as mais afetadas. Os profissionais vão cumprir os serviços mínimos, que contemplam as urgências, quimioterapia e radioterapia ou transplantes. A paralisação foi convocada pelos sindicatos dos médicos, e é a primeira que enfrenta o ministro Adalberto Campos Fernandes. No Porto, o repórter Miguel Mota fez um ponto de situação a partir do Hospital de S. João.

  • Sindicatos esperam elevada participação na greve dos médicos
    1:57

    Economia

    Começa amanhã a greve de dois dias dos médicos. Os sindicatos esperam uma forte adesão depois de terem feito um último apelo a António Costa. Os dois sindicatos médicos juntam-se pela terceira vez numa greve nacional contra políticas governamentais, sendo esta a primeira que enfrenta o atual Governo.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11