sicnot

Perfil

País

GNR detém dois chineses na fronteira do Caia e apreende 480 mil euros

Dois homens de nacionalidade chinesa foram hoje detidos pela GNR na fronteira do Caia, em Elvas, distrito de Portalegre, por alegado branqueamento de capitais, tendo-lhes sido apreendidos 480 mil euros em numerário, anunciou a Guarda.

Segundo o Comando Territorial de Portalegre da GNR, a detenção dos homens, de 35 e 36 anos, foi efetuada pelo efetivo empenhado no controlo da fronteira do Caia, no âmbito da "Operação Fronteira Branca".

Os cidadãos chineses, pode ler-se num comunicado da Guarda, foram detidos "em flagrante delito" pelo alegado crime de branqueamento de capitais, tendo na sua posse "cerca de 480 mil euros, em notas de 50, 100 e 500 euros", que foram apreendidos.

"Os dois detidos serão presentes a primeiro interrogatório judicial durante a tarde de hoje", acrescentou a GNR.

No âmbito da "Operação Fronteira Branca", por ocasião da visita do papa a Portugal, foi reposto o controlo documental dos cidadãos nas fronteiras aéreas, marítimas e terrestres do país, desde as 00:00 de quarta-feira e até às 00:00 do próximo domingo.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), entidade responsável pela operação, indicou que, em todas as fronteiras, existem pontos de passagem autorizados, sendo nove as passagens terrestres autorizadas.

Estes pontos são Valença-Viana do Castelo, Vila Verde da Raia-Chaves, Quintanilha-Bragança, Vilar Formoso-Guarda, Termas de Monfortinho-Castelo Branco, Marvão-Portalegre, Caia-Elvas, Vila Verde de Ficalho-Beja e Vila Real de Santo António.

O controlo documental foi reposto por "razões de segurança interna e ordem pública", devido à visita do papa Francisco a Fátima.

Esta medida foi decidida pela Governo devido à "dimensão, características, complexidade do evento, visibilidade mediática e enorme afluxo de pessoas" que são esperadas em Fátima e ao "contexto atual de ameaça".

Além da reposição do controlo das fronteiras aéreas, marítimas e terrestres, a "Operação Fronteira Branca" inclui ainda um "reforço de atividade de fiscalização a estrangeiros" no país, "controlos inopinados aos voos Schengen nos aeroportos e embarcações nos portos e marinas, controlos móveis junto aos CCPA (Centros de Cooperação Policial e Aduaneira) e áreas adjacentes e possível reforço da fiscalização e controlo aos movimentos em aeródromos".

O papa Francisco está a Fátima entre sexta-feira e sábado para as comemorações do centenário das aparições.RRL (HYT/CMP) //

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado emitido hoje, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Erdogan apela ao reconhecimento de Jerusalém Oriental como capital
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28