sicnot

Perfil

País

Constituído arguido militar da GNR envolvido em incidente nas finanças do Montijo

O militar da GNR que imobilizou e deteve um homem na repartição de finanças do Montijo foi constituído arguido, estando indiciado pelo crime de abuso de poder, disse hoje à Lusa a Procuradoria-Geral da República (PGR).

"Confirma-se a constituição de arguido. Em causa estão factos que poderão integrar a prática de crime de abuso de poder", respondeu a PGR à Lusa.

O incidente ocorreu na terça-feira na repartição de finanças do Montijo quando um cidadão foi imobilizado, com a técnica conhecida como 'mata-leão', por um militar da GNR à civil que, posteriormente, o deteve.

O caso foi tornado público pelo próprio envolvido, que fez um vídeo para as redes sociais a informar que estava na repartição de finanças para resolver questões relacionadas com o IRS.

Entretanto, a ministra da Administração Interna determinou à Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) a abertura de um inquérito às circunstâncias que levaram o militar da GNR a imobilizar e deter o cidadão.

Logo na terça-feira, a GNR já tinha anunciado a abertura de um processo de inquérito para "averiguar as circunstâncias da detenção do cidadão para apuramento de eventuais responsabilidades", tendo em conta as imagens difundidas.

Lusa

  • Especialista questiona uso da força em incidente nas Finanças do Montijo
    3:32

    País

    O homem detido esta terça-feira na repartição de Finanças do Montijo vai apresentar queixa contra o militar da GNR. Numa entrevista à SIC, Jair Costa diz que nada justifica a forma como foi imobilizado, quando se queixava do serviço. Uma especialista ouvida pela SIC diz que o militar violou todas as regras e que a técnica utilizada só pode ser usada em último recurso.

  • "Ele não podia ter-me tratado como um animal"
    6:07

    País

    O homem imobilizado esta terça-feira na repartição de Finanças do Montijo por um militar da GNR vai apresentar queixa-crime, por ofensas à integridade física. Numa entrevista em exclusivo à SIC, Jair Costa falou pela primeira vez do caso e explicou os acontecimentos, desde que chegou para pedir ajuda com o IRS, passando pelo militar a pedir que falasse com ele na rua até ao momento em que é asfixiado até perder os sentidos.

  • Aberto inquérito a agressão e detenção no Montijo
    3:30

    País

    O militar da GNR filmado a imobilizar um homem numa repartição de finanças do Montijo continua no ativo. A ministra da Administração Interna ordenou uma investigação às circunstâncias que levaram ao incidente esta terça-feira. O homem agredido e detido está a ser ouvido pelo procurador que investiga o caso.

  • Lesados do BES manifestam-se hoje no Porto 

    Queda do BES

    Um grupo de lesados pelo Banco Espírito Santo (BES) concentra-se hoje no Porto para exigir "bom senso" ao Governo, ao Banco de Portugal (BdP) e aos responsáveis do Novo Banco, refere um comunicado remetido às redações.A manifestação está marcada para as 11:00, nas imediações do balcão do Novo Banco e do Banco de Portugal, na Avenida dos Aliados, e a nota dirigida à imprensa é assinada por quase centena e meia de pessoas."

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Morre congressista republicano norte-americano acusado de assédio sexual

    Mundo

    O congressista estatal do Kentucky e pastor evangélico Dan Johnson morreu na quarta-feira, num aparente suicídio, dois dias depois de ser acusado de assédio sexual por uma mulher, disseram as autoridades. O médico legista do condado, Dave Billings, afirmou que a morte de Johnson foi causada por um único tiro, numa ponte de Mount Washinton, perto de Louisville, onde estacionou o automóvel.

  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28