sicnot

Perfil

País

Constituído arguido militar da GNR envolvido em incidente nas finanças do Montijo

O militar da GNR que imobilizou e deteve um homem na repartição de finanças do Montijo foi constituído arguido, estando indiciado pelo crime de abuso de poder, disse hoje à Lusa a Procuradoria-Geral da República (PGR).

"Confirma-se a constituição de arguido. Em causa estão factos que poderão integrar a prática de crime de abuso de poder", respondeu a PGR à Lusa.

O incidente ocorreu na terça-feira na repartição de finanças do Montijo quando um cidadão foi imobilizado, com a técnica conhecida como 'mata-leão', por um militar da GNR à civil que, posteriormente, o deteve.

O caso foi tornado público pelo próprio envolvido, que fez um vídeo para as redes sociais a informar que estava na repartição de finanças para resolver questões relacionadas com o IRS.

Entretanto, a ministra da Administração Interna determinou à Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) a abertura de um inquérito às circunstâncias que levaram o militar da GNR a imobilizar e deter o cidadão.

Logo na terça-feira, a GNR já tinha anunciado a abertura de um processo de inquérito para "averiguar as circunstâncias da detenção do cidadão para apuramento de eventuais responsabilidades", tendo em conta as imagens difundidas.

Lusa

  • Especialista questiona uso da força em incidente nas Finanças do Montijo
    3:32

    País

    O homem detido esta terça-feira na repartição de Finanças do Montijo vai apresentar queixa contra o militar da GNR. Numa entrevista à SIC, Jair Costa diz que nada justifica a forma como foi imobilizado, quando se queixava do serviço. Uma especialista ouvida pela SIC diz que o militar violou todas as regras e que a técnica utilizada só pode ser usada em último recurso.

  • "Ele não podia ter-me tratado como um animal"
    6:07

    País

    O homem imobilizado esta terça-feira na repartição de Finanças do Montijo por um militar da GNR vai apresentar queixa-crime, por ofensas à integridade física. Numa entrevista em exclusivo à SIC, Jair Costa falou pela primeira vez do caso e explicou os acontecimentos, desde que chegou para pedir ajuda com o IRS, passando pelo militar a pedir que falasse com ele na rua até ao momento em que é asfixiado até perder os sentidos.

  • Aberto inquérito a agressão e detenção no Montijo
    3:30

    País

    O militar da GNR filmado a imobilizar um homem numa repartição de finanças do Montijo continua no ativo. A ministra da Administração Interna ordenou uma investigação às circunstâncias que levaram ao incidente esta terça-feira. O homem agredido e detido está a ser ouvido pelo procurador que investiga o caso.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.