sicnot

Perfil

País

GNR detido por disparar arma de fogo em café quando estava fora de serviço

(arquivo)

A Guarda Nacional Republicana confirmou esta segunda-feira a detenção de um militar da GNR no ativo que efetuou um disparo com a sua arma de fogo pessoal, num café do concelho de Alijó, distrito de Vila Real.

Fonte da Divisão de Comunicação e Relações Públicas nacional da GNR disse à agência Lusa que o militar se encontrava fora do seu horário de serviço quando efetuou o disparo.

A detenção foi efetuada na madrugada de sábado, num café na localidade do Pinhão, concelho de Alijó.

A fonte referiu que, em circunstância alguma, existiu perigo de vida para terceiros.

Não obstante, adiantou a GNR, "perante as circunstâncias referidas nesta situação, foi mandado instaurar processo disciplinar, a fim de averiguar as circunstâncias de facto e apurar eventuais responsabilidades".

A detenção foi efetuada por militares do Posto de Alijó e, na altura, segundo uma outra fonte confirmou à Lusa, o guarda possuía uma taxa de álcool no sangue acima do permitido por lei.

O militar foi notificado para se apresentar hoje no Tribunal de Alijó, mas apresentou recurso, saiu sem medidas de coação, e terá que voltar ao tribunal no final deste mês.

Lusa

  • A semana em revista

    Mundo

    Com a semana a chegar ao fim, a SIC Notícias apresenta-lhe, num único artigo, os destaques que marcaram a atualidade nos últimos dias. Um espaço onde pode ficar a saber, ou simplesmente recordar, os temas que marcaram a semana noticiosa.

    André de Jesus