sicnot

Perfil

País

Juncker aponta acordo ibérico sobre Almaraz como exemplo de construção de pontes

Eric Vidal/ Reuters

O presidente da Comissão Europeia voltou hoje, em Estrasburgo, a saudar o acordo entre Portugal e Espanha sobre a construção de um armazém para resíduos na central nuclear de Almaraz, apontando-o como exemplo da construção de pontes na Europa.

Dirigindo-se ao Parlamento Europeu, num debate sobre o Conselho Europeu de 29 de abril passado, sobre o Brexit, Jean-Claude Juncker apontou que, "à margem da cimeira, foi possível concluir três importantes acordos", que considerou serem bem mais significativos "do que longos discursos", pois mostram na prática o espírito europeu de "construir pontes".

O primeiro acordo, entre a Dinamarca e a Europol, foi "particularmente importante para a segurança dos cidadãos pois garante um nível suficiente de cooperação"; o segundo, entre Portugal e Espanha, referia-se à questão do armazém temporário de resíduos nucleares em Almaraz; e o terceiro, entre a Eslovénia e a Croácia, sobre soluções operacionais para a gestão de fronteiras, apontou o presidente do executivo comunitário.

"Em cada uma destas negociações, a Comissão construiu pontes entre posições por vezes muito distantes. Sem a Comissão, estes acordos não teriam visto a luz do dia. Estes três acordos dizem bem mais do que longos discursos. A Europa é este esforço constante de construir pontes e encontrar soluções de compromissos", declarou.

Em 29 de abril passado, por ocasião de um Conselho Europeu em Bruxelas para a adoção das grandes orientações da UE a 27 para as negociações com Londres sobre a saída do Reino Unido do bloco europeu ("Brexit"), os governos de Portugal e Espanha e a Comissão Europeia adotaram uma declaração conjunta a anunciar um acordo amigável no litígio que opunha Lisboa a Madrid.

Na declaração conjunta, o primeiro-ministro António Costa, o presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, e o presidente da Comissão, saudaram o compromisso alcançado no quadro do processo de conciliação patrocinado por Bruxelas, e iniciado com uma visita das autoridades portuguesas e de elementos da Comissão a Almaraz em fevereiro passado, considerando que o acordo é "para benefício de todos" e sublinhado que o mesmo será "plenamente implementado".

"No espírito de boas relações de vizinhança, todas as partes trabalharam em conjunto de forma construtiva com a vontade de encontrar soluções pragmáticas. Este é o espírito europeu de encontrar compromissos para o funcionamento da nossa União comum no seu melhor", lê-se na declaração conjunta.

"A análise feita pelas autoridades portuguesas resultaram numa série de conclusões e recomendações de modo a acautelar as preocupações de Portugal relativamente aos potenciais efeitos transfronteiriços", que foram apresentadas às autoridades espanholas e aos serviços da Comissão Europeia, "que concordaram com as preocupações levantadas".

Portugal chegou apresentar à Comissão Europeia uma queixa contra Espanha, mas acabou por retirá-la depois de um acordo patrocinado pelo executivo comunitário que previa a realização de um estudo de impacto ambiental transfronteiriço, em que o grupo de trabalho criado pelo Governo português considerou o projeto "seguro e adequado".

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.