sicnot

Perfil

País

Mais de 40 serviços de saúde fazem rastreio gratuito de cancro da pele

Mais de 40 serviços de dermatologia do continente e ilhas participam hoje no rastreio nacional gratuito no âmbito do Dia do Cancro da Pele.

A Associação Portuguesa do Cancro Cutâneo (APCC) alertou hoje para a importância de conhecer os sinais para tornar mais eficaz o autoexame ao cancro de pele, no dia em que o rastreio nacional arranca em 42 serviços de dermatologia.

"Os cancros de pele estão a aumentar e isto tem que ver com comportamentos de risco tidos há anos, seja por exposição profissional seja de lazer, pois as lesões aparecem mais tarde", alertou o secretário-geral da APCC, Osvaldo Correia.

Em declarações à agência Lusa, o responsável sublinha que o rastreio nacional que arranca hoje -- Dia dos Cancros de Pele/Dia do Euromelanoma -- é especialmente dirigido a adultos que tenham sofrido queimaduras solares em jovem, seja por desporto ao ar livre ou por exposição pro questões profissionais, os que frequentaram solários ou que têm antecedentes de familiares co cancro de pele.

No âmbito do Dia do Euromelanoma, iniciativa que no ano passado detetou quase 100 suspeitas de cancro de pele.

O rastreio é promovido pela APCC, com o patrocínio da Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia e da Direção Geral de Saúde, e no ano passado avaliou cerca de 1.700 pessoas.

A incidência dos vários tipos de cancros da pele tem vindo a aumentar em todo o mundo, estimando-se que em Portugal, este ano, sejam diagnosticados mais de 12.000 novos casos de cancros da pele. Cerca de 1.000 serão casos de melanoma.

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC