sicnot

Perfil

País

Portugal entre os 5 países europeus com mais adolescentes obesos

Carlos Osorio/ AP

Um novo relatório da OMS revela que o número de adolescentes obesos continua a aumentar em muitos países da Europa, incluindo Portugal. Os maus hábitos alimentares e a reduzida atividade física estão entre as causas do elevado índice de obesidade. Apenas a Grécia, Macedónia, Eslovénia e Croácia apresentam valores piores do que Portugal.

Em Portugal a prevalência da obesidade nos adolescentes é de 5%. A Organização Mundial de Saúde (OMS) realça que o abandono da dieta mediterrânica, associado à crise económica nos países do Sul da Europa, contribuiu para o elevado nível de obesidade, com um insuficiente consumo de vegetais e um consumo de fruta a cair desde os últimos 12 anos.

A prática de exercício física é reduzida entre as adolescentes portuguesas, estando entre as menos ativas da Europa. Só na Grécia e em Itália, a obesidade nas raparigas ultrapassa os 5% registados no nosso país, revela o estudo que é apresentado hoje no Congresso Europeu de Obesidade a decorrer no Porto.

Numa nota enviada à comunicação social, a organização sublinha que "a obesidade infantil é considerada um dos mais sérios desafios de saúde pública do século XXI".

"Apesar dos esforços sustentados para combater a obesidade infantil, é estimado que 1 em cada 3 adolescentes Europeus ainda tenham excesso de peso ou obesidade, com as taxas mais elevadas encontradas nos países do Sul da Europa e do Mediterrâneo. O que é particularmente preocupante é que a epidemia está a aumentar nos países da Europa Oriental onde historicamente as taxas têm sido mais baixas", realçou Zsuzsanna Jakab, diretora regional da OMS para a Europa.

"É necessária uma ação política ambiciosa para atingir o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de travar o aumento da obesidade infantil. Os governos devem direcionar esforços e quebrar este ciclo prejudicial da infância para a adolescência e para o futuro", acrescentou.

A obesidade infantil é considerada um dos mais sérios desafios de saúde pública do século XXI. As crianças obesas possuem maior risco de diabetes tipo 2, asma, dificuldades de sono, problemas musculoesqueléticos e futuras doenças cardiovasculares, bem como absentismo escolar, problemas psicológicos e isolamento social.

João Breda, coordenador do Programa de Nutrição, Atividade Física e Obesidade da OMS/Europa realça que isto tem graves consequências no futuro: "A maioria dos jovens não superará a obesidade: cerca de quatro em cada cinco adolescentes que se tornam obesos continuarão a ter problemas de peso na idade adulta. Como tal, eles irão arrastar consigo o risco aumentado de doença, estigma e discriminação. Para além disso, a natureza crónica da obesidade pode limitar a mobilidade social e ajudar a sustentar um ciclo intergeracional prejudicial da pobreza e problemas de saúde".

Em geral, os adolescentes mais jovens, do sexo masculino, e os que vivem em famílias de estratos socioeconómicos mais baixos são mais propensos a ser obesos.

Esses dados indicam que os esforços atuais de promoção da saúde e prevenção de doenças direcionados para a redução da obesidade infantil não estão a alcançar adequadamente estes grupos.

  • Morreu Roger Moore

    Cultura

    O ator britânico Roger Moore, conhecido pelos filmes de James Bond e a série "O Santo", morreu hoje, na Suíça, na sequência de um cancro. Tinha 89 anos.

  • Dois em cada três idosos em Portugal são sedentários

    País

    É a camada da população mais inativa e com comportamentos que revelam um estilo de vida menos saudável, segundo um estudo divulgado hoje, que analisou os dados de mais de 10.600 portugueses representativos da população, entre os quais mais de 2.300 pessoas com mais de 65 anos.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.