sicnot

Perfil

País

Associação do Alojamento Local contesta proposta do PS sobre condomínios

Lisboa (Reuters/Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A Associação do Alojamento Local em Portugal (ALEP) considerou hoje "inconstitucional e desajustada" a proposta do PS de tornar obrigatória a autorização dos condomínios para o exercício da atividade de arrendamento a turistas numa fração de um prédio.

"É inconstitucional, desajustada, revela um grande desconhecimento desta atividade e, a ser adotada, poderá conduzir ao desemprego, só em Lisboa e Porto, de mais de 10 mil pessoas, pondo em causa o rendimento principal, de mais de quatro mil famílias", afirmou o presidente da ALEP, Eduardo Miranda, referindo-se ao projeto de lei do PS para clarificar o regime de autorização e de exploração de estabelecimentos de alojamento local.

Em comunicado, a associação do setor do alojamento local diz-se "muito surpreendida pelo facto de este projeto ser da responsabilidade do partido do Governo", uma vez que o atual executivo tem dado prioridade ao crescimento do turismo e "enaltecido publicamente resultados financeiros recorde do setor".

"Um terço da oferta turística de dormidas provém do alojamento local que tem tido uma forte influência no desenvolvimento económico do setor", disse o presidente da ALEP, reforçando que projeto de lei do PS "tem um impacto muito negativo no turismo português e revela desconhecimento do setor".

De acordo com Eduardo Miranda, a proposta dos socialistas "contraria o direito à propriedade privada", nomeadamente o direito dos proprietários decidirem o tipo de utilização que pretendem dar ao imóvel que possuem, pelo que é "inconstitucional".

"Este projeto fere, em toda a linha, os interesses de quem investe no setor imobiliário, na reabilitação urbana e no turismo, tal como foi evidenciado pelo recente acórdão do Supremo Tribunal de Justiça, que deliberou a favor da compatibilidade do alojamento local com o uso habitacional, não carecendo, por conseguinte, da aprovação do condomínio", declarou a associação ALEP, acrescentando que a proposta do PS peca ainda por não esclarecer com que critérios a assembleia de condóminos pode decidir sobre o uso da propriedade alheia.

Para o representante dos estabelecimentos de alojamento local em Portugal, é "perfeitamente possível" o equilíbrio e a coexistência dos condóminos e da atividade do alojamento local, desde que se apliquem as boas práticas de vizinhança.

Nesse sentido, Eduardo Miranda lembrou que a ALEP está a ultimar um manual de boas práticas que pretende auxiliar proprietários e hóspedes a respeitarem as regras de alojamento.Apresentado na terça-feira à Assembleia da República,

O projeto de lei do PS pretende "assegurar que a atividade de alojamento local, no caso de prédios urbanos destinados a habitação, não seja exercida com desconsideração dos direitos dos demais condóminos", pelo que acrescenta ao rol de documentos necessários ao registo de estabelecimento de alojamento local a cópia da deliberação da assembleia geral de condóminos que autorize o titular da exploração do estabelecimento a exercer a respetiva atividade.

Lusa

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.