sicnot

Perfil

País

Governo admite retirar de Lisboa alguns serviços centrais de saúde

ANDRE KOSTERS

O Governo equaciona descentralizar alguns serviços centrais de saúde, retirando-os de Lisboa para outras cidades, admitiu o ministro Adalberto Campos Fernandes, escusando-se a fornecer mais detalhes.

No parlamento, o ministro da Saúde foi confrontado com críticas de vários deputados sobre a escolha de Lisboa para ser a candidata a receber a sede da Agência Europeia do Medicamento.

Em resposta aos deputados, Campos Fernandes admitiu-se um adepto da descentralização e disse que o Ministério da Saúde equaciona deslocar para fora de Lisboa "dois ou três serviços centrais".

Após o debate em plenário, o ministro foi questionado sobre o assunto pelos jornalistas, mas não quis adiantar que serviços podem ser descentralizamos nem para que cidades.

Sobre a candidatura de Lisboa para acolher a Agência Europeia do Medicamento, que vai sair de Londres, Campos Fernandes reiterou que houve um processo de levantamento técnico sobre a cidade que poderia representar uma candidatura mais forte, lembrando que se trata de um "processo muito competitivo".

Lusa

  • Novo Hospital Oriental de Lisboa abre até 2024
    1:04

    País

    O futuro Hospital Oriental de Lisboa deve começar a funcionar até 2024 e vai englobar os cinco hospitais mais antigos do centro da capital. O Hospital de São José vai no entanto manter-se em funcionamento, para servir a população mais idosa da cidade, garante Adalberto Campos Fernandes. O ministro da Saúde revela ainda que o concurso público para a construção do Hospital Oriental de Lisboa será lançado no segundo semestre deste ano.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.