sicnot

Perfil

País

GEOTA pede o cancelamento da construção da barragem de Fridão

O Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente pede o cancelamento da construção da barragem de Fridão, em Amarante. O GEOTA diz que a localização da futura barragem é perigosa.

A associação ambientalista defende que em caso de rotura da barragem, Amarante corre o risco de ficar debaixo de água. A ideia foi reforçada pelo facto de na semana passada um sismo de 3,6 na escala de Richter ter tido epicentro a poucos quilómetros do local.

As obras de construção estão suspensas até 2019, mas o GEOTA pede o cancelamento efetivo da obra.

  • Início da construção da barragem do Fridão suspenso por três anos
    2:29

    País

    O Governo anunciou hoje que não avançam as obras das barragens de Alvito, nos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Ródão, e de Girabolhos, no concelho de Seia. A decisão foi tomada por acordo com as EDP e Endesa e, segundo o ministro do Ambiente, não terá custos para o Estado. Também foi decidido suspender por três anos o início da construção da barragem de Fridão, em Amarante. Os ambientalistas consideram que a decisão do Governo peca por defeito.

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.