sicnot

Perfil

País

GNR deteve em Trancoso suspeito de atear fogo por negligência

A GNR deteve um homem de 71 anos por suspeita de ter ateado um incêndio rural no concelho de Trancoso, distrito da Guarda, quando utilizava uma alfaia agrícola, foi este sábado anunciado.

Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda disse à agência Lusa que o fogo, que eclodiu pelas 15h18 de sexta-feira, numa zona de pasto e de mato na área da União de Freguesias de Vale do Seixo e Vila Garcia, no concelho de Trancoso, teve origem "por negligência", quando o suspeito usava uma motorroçadora.

O homem foi detido pela GNR e posteriormente libertado, mas notificado para, na segunda-feira, se apresentar no tribunal de Trancoso para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventual medida de coação.

Este ano, a GNR já deteve quatro pessoas no distrito da Guarda por crime de incêndio florestal por negligência, indicou a mesma fonte.
O incêndio de sexta-feira no concelho de Trancoso foi dominado pelos bombeiros pelas 19h37 e, segundo a GNR da Guarda, a área ardida e os prejuízos ainda não estão contabilizados.

Estiveram envolvidos no combate às chamas 144 bombeiros com 37 viaturas e dois helicópteros, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro da Guarda.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.