sicnot

Perfil

País

Raio atinge para-raios da Petrogal em Matosinhos e causa falha elétrica

Maria Carvalho

Um raio atingiu este domingo o para-raios da Petrogal, em Matosinhos, distrito do Porto, causando uma falha no sistema elétrico, adiantou à agência Lusa fonte da câmara local.

Segundo a fonte, o reinício do funcionamento da fábrica causou uma "grande" nuvem de fumo, mais do que é habitual, alarmando a população.

"Mas não se passou mais nada, não houve incêndio, não houve feridos, nada, foi apenas o arranque das fábricas que causou alarme", explicou.

A agência Lusa contactou os Bombeiros Voluntários de Matosinhos-Leça que referiram que o "que houve" foi resolvido pelo departamento de segurança da refinaria, não tendo sido necessário deslocar-se ao local.

Lusa

  • "Precisamos de recuperar os guardas florestais"
    6:00

    Opinião

    No Jornal da Noite deste domingo o espaço de comentário de Luís Marques Mendes foi totalmente dedicado ao incêndio em Pedrógão Grande que fez dezenas de mortos e feridos. O comentador da SIC afirmou ter ficado impressionado com os relatos dos habitantes e falou ainda na importância de trazer de volta os guardas florestais.

  • Pelo menos 150 desalojados em Pedrógão Grande
    2:39

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Até ao momento há 61 mortos e 62 feridos devido ao maior incêndio florestal de que há memória no país. No terreno, o cenário é de devestação total. A SIC esteve no lugar de Adega a dois quilómetros de Nodeirinho. Não houve vitimas mortais, mas ninguém esquece a noite em que viram as chamas cercaram o lugar.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.