sicnot

Perfil

País

Raio atinge para-raios da Petrogal em Matosinhos e causa falha elétrica

Maria Carvalho

Um raio atingiu este domingo o para-raios da Petrogal, em Matosinhos, distrito do Porto, causando uma falha no sistema elétrico, adiantou à agência Lusa fonte da câmara local.

Segundo a fonte, o reinício do funcionamento da fábrica causou uma "grande" nuvem de fumo, mais do que é habitual, alarmando a população.

"Mas não se passou mais nada, não houve incêndio, não houve feridos, nada, foi apenas o arranque das fábricas que causou alarme", explicou.

A agência Lusa contactou os Bombeiros Voluntários de Matosinhos-Leça que referiram que o "que houve" foi resolvido pelo departamento de segurança da refinaria, não tendo sido necessário deslocar-se ao local.

Lusa

  • "Precisamos de recuperar os guardas florestais"
    6:00

    Opinião

    No Jornal da Noite deste domingo o espaço de comentário de Luís Marques Mendes foi totalmente dedicado ao incêndio em Pedrógão Grande que fez dezenas de mortos e feridos. O comentador da SIC afirmou ter ficado impressionado com os relatos dos habitantes e falou ainda na importância de trazer de volta os guardas florestais.

  • Pelo menos 150 desalojados em Pedrógão Grande
    2:39

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Até ao momento há 61 mortos e 62 feridos devido ao maior incêndio florestal de que há memória no país. No terreno, o cenário é de devestação total. A SIC esteve no lugar de Adega a dois quilómetros de Nodeirinho. Não houve vitimas mortais, mas ninguém esquece a noite em que viram as chamas cercaram o lugar.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".