sicnot

Perfil

País

Mais de 2.150 operacionais combatem 6 grandes fogos na região Centro

Rafael Marchante

Às 8:30 de hoje já 2.150 operacionais, auxiliados por 662 veículos e dez meios aéreos combatiam seis grandes incêndios nos distritos de Leiria, Coimbra, Castelo Branco e Bragança, segundo dados da Proteção Civil.

Segundo a página da ANPC, o maior incêndio continua a ser o do concelho de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que deflagrou na tarde de sábado, e continua a concentrar mais de 1.100 bombeiros, 343 viaturas e cinco meios aéreos.

Ainda no distrito de Leiria, o fogo no concelho de Alvaiázere, que deflagrou pelas 20:40 de sábado, continua em curso (incêndio em evolução sem limitação de área) e está a mobilizar 115 bombeiros e 36 veículos.No distrito de Coimbra, dois grandes fogos estão em curso nos concelhos de Penela e Góis.

A situação que envolve mais recursos no terreno verifica-se em Góis, com o fogo que deflagrou pelas 15:00 de sábado e que está a ser combatido por 530 bombeiros, 153 veículos e quatro meios aéreos.

No concelho de Penela, o combate ao fogo que lavra desde as 21:15 de sábado envolve 161 operacionais, 52 viaturas e um meio aéreo.

No distrito de Castelo Branco, encontra-se em resolução (incêndio sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido) o fogo que lavra desde cerca das 18:10 de sábado no concelho de Oleiros, na freguesia de Orvalho, e que está a combatido por 140 operacionais, auxiliados por 46 viaturas.

Segundo informação da ANPC, também em resolução está o fogo em Vinhais, no distrito de Bragança, que deflagrou pelas 15:00 de domingo e que envolve 103 bombeiros e 32 veículos no combate às chamas.

Com Lusa

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35