sicnot

Perfil

País

Distritos afetados pelo fogo vão continuar com temperaturas elevadas

Rafael Marchante

Os distritos de Leiria, Santarém, Castelo Branco e Coimbra, fortemente afetados por incêndios, vão continuar hoje com temperaturas elevadas, a rondar os 35/40 graus Celsius, disse à agência Lusa a meteorologista Maria João Frada.

De acordo com a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para hoje ainda está previsto tempo quente com temperaturas máximas elevadas e, por isso, foram emitidos avisos para todo o território, com exceção de Faro.

"Os avisos são todos amarelos com exceção dos distritos de Braga, Coimbra, Leiria e Santarém que são laranja. Para hoje e amanhã [quarta-feira], nas regiões do interior, teremos ainda temperaturas máximas da ordem dos 35 a 40 graus. Amanhã a descida é no litoral oeste e depois, na quinta-feira, a descida vai estender-se às regiões do interior", explicou.

Segundo Maria João Frada, as temperaturas vão variar entre os 28 e os 35 graus, sendo que esta última será no interior do Alentejo e nordeste transmontano, e as beiras, Leiria e Coimbra vão estar abaixo dos 32 graus.

"No que diz respeito ao vento, hoje vai ser fraco do quadrante oeste. Vai sentir-se um pouco de brisa, nomeadamente em Leiria e Coimbra, mas na quarta-feira vai aumentar de intensidade e soprar moderado de nordeste com intensidade e vai entrar mais na parte do litoral oeste e, também, nos distritos de Braga, Porto, Coimbra, Leiria e Santarém", contou.

De acordo com Maria João Frada, com a descida das temperaturas vai entrar muita humidade e nebulosidade e, na quarta-feira, pode estender-se mais para o interior, o que pode favorecer o combate aos incêndios.

"Por um lado, este vento traz um ar mais fresco, por outro lado o aumento da intensidade do vento é prejudicial para os incêndios", disse.

Assim, segundo a meteorologista do IPMA, o dia de hoje vai ser de céu pouco nublado ou limpo, aumentando de nebulosidade durante a tarde nas regiões do interior, onde há possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovoadas, que a ocorrer serão dispersos e muito frequentes.

"Teremos ainda, já para o final do dia de hoje, uma mudança. No litoral a sul do Cabo Raso e do Cabo Carvoeiro, o céu vai tornar-se muito nublado e é já um indicador de que o tempo vai mudar principalmente no litoral oeste", disse.

A partir de quarta-feira, indicou a especialista, vai ocorrer uma descida da temperatura, que será acentuada em alguns locais. "As descidas podem ser na ordem de 05 a 08 graus e em alguns locais podem atingir os 10/12 graus, nomeadamente na região da grande Lisboa e Setúbal" e "no litoral as temperaturas vão rondar os 23 a 26 graus", disse.

De acordo com Maria João Frada, a descida das temperaturas está associada a uma mudança na massa de ar, que apresenta um trajeto atual do interior do norte de África e que, na quarta-feira, tenderá a vir do mar e será mais fria e húmida.

Lusa

  • Encontrados destroços do avião que caiu no Irão

    Mundo

    As autoridades iranianas encontraram destroços do avião que caiu no domingo no sudeste do país, matando as 66 pessoas que seguiam a bordo, revelou um porta-voz da Guarda Revolucionária, o exército de elite do regime.

  • 2,6 milhões de bebés morrem antes de completar um mês

    Mundo

    Os recém-nascidos no Paquistão, República Centro-Africana e Afeganistão são os que têm menor probabilidade de sobreviver, de acordo com um relatório da Unicef que revela que todos os anos 2,6 milhões de crianças morrem antes de completar um mês. Sobretudo nos países mais pobres do mundo, o número de mortes de recém-nascidos a nível global mantém-se assustadoramente elevado.

  • Galp regista lucro de 602 M€ em 2017 

    Economia

    A GALP registou um lucro de 602 milhões de euros no ano passado. Uma subida de 25 por cento em relação a 2016. De acordo com a empresa, os resultados devem-se sobretudo ao aumento da produção de petróleo e gás natural no Brasil, bem como o crescimento dos negócios da refinação e distribuição.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC