sicnot

Perfil

País

Centros de saúde da região de Lisboa com rastreios a cancros do colo do útero, cólon e reto

Centros de saúde da região de Lisboa com rastreios a cancros do colo do útero, cólon e reto

Arranca este mês na região de Lisboa e Vale do Tejo um programa que envolve 15 centros de saúde que vão passar a fazer rastreio dos cancros do cólon, do reto e do colo do útero. O objetivo é diminuir a taxa de mortalidade e alertar para a importância da prevenção.

O programa de rastreios arranca no próximo dia 20 de julho, através de um projeto-piloto que, numa primeira fase, envolverá quatro unidades de saúde da península de Setúbal.

Até 04 de setembro, os utentes desta região deverão ser rastreados a estes cancros e o objetivo é que, até final de 2018, os dois milhões de pessoas que compõem a população alvo abrangida pelos rastreios já tenha feito o exame: 940 mil mulheres para o cancro do colo do útero e um milhão de homens e mulheres para o cancro do cólon e reto.

Os utentes irão receber uma carta do seu centro de saúde a comunicar a data do rastreio.

  • "Ataque terrorista" no centro de Barcelona

    Ataque em Barcelona

    Uma carrinha atropelou várias pessoas esta tarde em Barcelona, Espanha, na área turística de Las Ramblas. A polícia confirma oficialmente um morto e 32 feridos, mas outras fontes asseguram a existência de várias vítimas mortais. As autoridades falam de um "ataque terrorista" e revelaram a foto do suspeito.

    Direto

    SIC

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19