sicnot

Perfil

País

Mais meia hora de intervalo para o 1º Ciclo

Nacho Doce

Os alunos do primeiro ciclo vão passar a ter mais meia hora de intervalo por dia, já a partir do próximo ano letivo. O Ministério da Educação decidiu que os 30 minutos do intervalo a meio da manhã passam a contar como tempo de trabalho dos professores.

A notícia foi avançada pelo Jornal de Notícias e prevê que os 30 minutos que tinham sido excluídos da pausa da manhã vão voltar a contar como tempo letivo do professor, já no ano letivo 2017/2018..

Esta integração do intervalo no tempo letivo dos docentes já era reclamada há muito pela classe profissional.

Assim sendo, os docentes passam a dar menos meia hora de aulas por dia e os alunos ficam com mais 30 minutos livres.

As escolas terão liberdade para ajustarem os horários como entenderem melhor.
Podem começar as aulas 30 minutos mais tarde, terminá-las 30 minutos mais cedo ou passar a hora de almoço de hora e meia para duas horas.

A medida entra em vigor já no próximo ano letivo.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.