sicnot

Perfil

País

Sargentos promovem vigília na 4.ª feira junto à residência do primeiro-ministro

© Reuters

A Associação Nacional de Sargentos (ANS) promove na próxima quarta-feira, dia 12, uma vigília junto à residência oficial do primeiro-ministro, em Lisboa, para "chamar a atenção da tutela" para os problemas que "se arrastam" na condição militar.

Em comunicado hoje divulgado, a ANS refere que a vigília, decidida há um mês, decorrerá a partir das 17h30 junto à residência oficial do primeiro-ministro, em S. Bento.

Entre os motivos deste protesto estão a "falta de mecanismos de assistência social", de "assistência na doença" aos militares deslocados e "preocupações" face às "gravosas consequências" do Estatuto dos Militares das Forças Armadas publicado em 2015, refere um comunicado hoje divulgado.

O protesto ocorre dois meses depois da passagem à comissão parlamentar de especialidade, sem votação, de um projeto de lei do PCP para alterar aquele diploma.

"Passam 60 dias e tanto quanto sabemos só as associações de militares foram ouvidas. Arrastam-se os problemas, é preciso tratar das coisas", disse o sargento-ajudante Mário Ramos, em declarações à Lusa.

A ANS refere também "continuadas injustiças motivadas por um sistema remuneratório desigual e discriminatório sempre em prejuízo das patentes mais baixas".

Os "deslocamentos inesperados" de militares, que "muitas vezes são confrontados com condições de alojamento e alimentação nada compatíveis com a missão que desempenham" é outra queixa da ANS.

Lusa

  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38