sicnot

Perfil

País

Projeto desenvolvido no Porto auxilia treinadores a descobrir "jovens talentos"

Investigadores do Porto estão a estudar o perfil e a performance de mil atletas adolescentes do Grande Porto, praticantes de cinco modalidades desportivas, para criar estratégias que auxiliem os treinadores durante o treino e na descoberta de "jovens talentos".

"Identificar jovens talentos e acompanhá-los ao longo do seu desenvolvimento é um assunto aparentemente inesgotável e de debate em todo o mundo", disse à Lusa o investigador da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP) José António Maia, um dos responsáveis pelo projeto "Em busca da excelência no desporto. Um estudo longitudinal-misto em jovens atletas".

No entanto, segundo indica o docente, especialista em Desenvolvimento Motor, não parece haver uma política concertada sobre esta matéria, uma vez que não estão disponíveis para consulta documentos baseados na evidência dos trajetos dos jovens atletas que chegaram ao topo da excelência, sobretudo quando se trata de jogos desportivos coletivos.

De acordo com o investigador, esta é a primeira vez que se realiza um estudo como tão "abrangente, multifacetado e integrador" na área das ciências do Desporto, envolvendo os atletas, as famílias, os treinadores e os clubes.

Com este estudo - englobando praticantes de futebol, andebol, basquetebol, voleibol e polo aquático, com idades compreendidas entre os 11 e os 14 anos, que serão seguidos durante três a quatro anos - pretende-se também averiguar a excelência desses atletas em competição.

Para José Maia e a equipa envolvida no projeto, a essência do desporto é a competição e a ideia de excelência deve ser considerada a partir dessa condição, "competindo-se para ganhar", embora existam outras dimensões merecedoras "da maior consideração" e "repletas de grande significado e valor psicológico e social".

Outra das motivações deste projeto é modelar o desenvolvimento das trajetórias individuais dos jovens jogadores, com o propósito de identificar o melhor conjunto de condições que afetem o seu sucesso.

Durante a investigação serão avaliados aspetos biológicos dos atletas, como o crescimento físico, a composição corporal, a maturação biológica e a performance motora, bem como psicológicos, onde se destacam o clima motivacional, o stresse e as emoções, a regulação emocional e a perseverança.

Para além disso, serão analisadas a habilidade desportiva e percetivo-cognitivas e o conhecimento tático e processual, a par de aspetos contextuais, como o suporte parental, a estrutura familiar, as competências do treinador e as infraestruturas dos clubes.

A longo prazo, o intuito é desenvolver novas abordagens para identificar "jovens talentos" e mapear as características de desenvolvimento individual ajustadas ao perfil dos jovens com maior sucesso desportivo, ligando capacidades e habilidades individuais com as exigências do treino e da competição em cada uma das modalidades.

Até ao momento já foram realizados estudos piloto no basquetebol, no futebol e no polo aquático, para verificar a possibilidade de o projeto ser executado.

Nesse sentido, a equipa envolvida neste trabalho estabeleceu um conjunto variado de estratégias para a recolha da informação, utilização de equipamentos e materiais, armazenamento de dados e planos de divulgação dos dados mais importantes a todos os participantes.

Os investigadores acreditam que, com base na informação recolhida durante o projeto, estarão numa posição de aconselhamento para que sejam cometidos menos erros nas tomadas de decisão no processo de treino ou na seleção e no recrutamento dos atletas.

Neste projeto, que teve início há cerca de um ano, participam oito membros da FADEUP e os investigadores Adam Baxter-Jones, do Canadá, e Mark Williams, dos Estados Unidos.

A apresentação oficial do projeto bem como a assinatura dos protocolos de cooperação com as cinco associações envolvidas realiza-se ainda hoje, durante o último dia do 6.º Congresso Internacional de Jogos Desportivos, evento organizado pela FADEUP.

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.