sicnot

Perfil

País

Ex-autarcas da Covilhã condenados a três anos de prisão

O tribunal de Castelo Branco condenou esta terça-feira a três anos de prisão com pena suspensa, o ex- presidente da Câmara da Covilhã, Carlos Pinto, e um antigo vereador, João Esgadalho, por crimes de prevaricação.

Os factos ocorreram entre 2000 e 2005 e estão relacionados com a legalização ilegal de 63 moradias unifamiliares construídas em área protegida pela concessionária da Serra da Estrela, a Turistrela.

Carlos Pinto e João Esgadalho, que haviam sido absolvidos em 2013, foram condenados pelo Tribunal da Relação de Coimbra, que considerou que deveria ser o tribunal de primeira instância a aplicar a pena.

Apenas o anterior presidente esteve hoje em tribunal, enquanto que o vereador solicitou dispensa.

Ambos foram condenados a três anos de prisão com pena suspensa

  • Emigrantes portugueses em Londres assinalaram o "Dia Sem Nós"
    2:13

    Brexit

    Com a segunda fase das negociações do Brexit prestes a começar, milhares de emigrantes europeus no Reino Unido uniram-se ontem no chamado "Dia Sem Nós". O objetivo foi salientar a importância do contributo dos emigrantes para a economia britânica. Em Londres, o dia também foi assinalado junto da comunidade portuguesa.

    Correspondente SIC