sicnot

Perfil

País

Inspetor da PJ condenado a pena efetiva de quatro anos e meio de prisão

(Arquivo)

O Tribunal de Cascais condenou hoje a uma pena efetiva de quatro anos e meio de prisão um inspetor da Polícia Judiciária (PJ) por ter desviado 40.000 euros durante buscas a uma residência em Cascais.

Emanuel Briosa estava acusado pelo Ministério Público (MP) de desviar 200.000 euros, no decorrer das buscas a uma residência em Cascais (distrito de Lisboa), no âmbito do processo "Rota do Atlântico", em que o empresário José Veiga é um dos arguidos.

O coletivo de juízes deu como provado que o arguido desviou "pelo menos 200 notas de 200 euros" (40.000 euros), decretou a proibição de exercício de funções durante quatro anos e manteve a medida de coação de prisão preventiva.

Lusa

  • "Se estivesse a governar estaria preocupado com o futuro e não só com o presente"
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.